Inglaterra - Dia 8 - Legoland Windsor & casa do Harry Potter

Incluimos o Legoland de Windsor em nosso roteiro pela Inglaterra para dar um dia voltado para as meninas, até porque já temos uma aborrecente, ops, adolescente entre nós para as próximas viagens.


Legoland Windsor.
Entrada do Legoland Windsor.


Neste dia acordamos cedo para sairmos de Londres depois do fazer check-out do Premier Inn e pegar o carro alugado na Waterloo Car Park. Saímos do hotel um pouco antes das 9h porque o Waze havia previsto um pouco mais de 1h até lá, mas chegamos lá às 11h (1h depois de aberto e eu detesto chegar depois de tanto tempo de parque aberto porque se perde oportunidades sem fila).


Optamos em não fazer bate e volta e sim ir ao longo de um roteiro para o interior da Inglaterra depois de uma semana em Londres. Mas é possível fazer bate e volta, pegando um trem direto (~1 h de trajeto) saindo da Waterloo Station até a estação de Eton Riverside ou Bracknell e de lá pegando ônibus até o parque (mais 50 minutos). Mais informações em Legoland - by train, coach or air.


Nós compramos os ingressos nos primeiros dias que chegamos em Londres, pelo site do próprio parque porque era mais barato que comprar na bilheteria fora que você não perde tempo em filas no dia da visita. Para pagar, usei o cartão Wise que fizemos antes de sair do Brasil. 


O estacionamento já causa um impacto "diferente", digo porque já fomos na versão da Flórida, então as comparações são inevitáveis. Não tem guichê de estacionamento, nem na entrada e nem na saída e você tem que pagar online. Se não pagar, segura que a multa vem depois. Então não esqueça de entrar no site deles e pagar o estacionamento antecipadamente, ou mesmo no dia, só não esqueça de pagar! Foi £8 e paramos longe pra caramba da entrada e o Vip (£13) já havia acabado. 


Tem inspeção das bolsas logo na entrada, mas até que a fila não estava grande para um dia de verão. E por ser um parque construído entre as colinas de Windsor você avista o Castelo de Windsor, mas não avista a totalidade do parque, e diferentemente de Winter Haven, se você decidir voltar para um brinquedo pode ter que subir uma ladeira considerável e isso acaba tirando seu ânimo, ainda mais no dia quente que estava fazendo (recomendo óculos, boné e protetor solar!).


Fiscalização das bolsas e bilheteria do Legoland Windsor.
Fiscalização das bolsas e bilheteria do Legoland Windsor.

Por estar em época de pandemia, mal tinha mapas impressos e para tudo tinha que usar o celular (isso consome uma bateria considerável, leve seu carregador portátil). Então não esqueça de baixar o app do parque, porque lá tem o mapa e a previsão do tempo das filas (não muito confiável, eu diria). E tentamos ir fazendo as atrações conforme passávamos e havia interesse das meninas, mas por não ter comprado o "fast pass", perdemos muito tempo nas filas (1h para a atração Viking River Splash, por exemplo).


Legoland Windsor
Playground para as crianças se distraírem nas filas.

Spinning Spider e as colinas do Legoland Windsor.
Spinning Spider e as colinas do Legoland Windsor.


Como a gente já conhecia o outro Legoland, e as atrações são bem parecidas, nem enfrentamos as filas do Lego Ninjago World e focamos em ir nas que não era similares ou que as filas nem estavam grandes. Então conseguimos apenas conhecer o Viking River Splash, Jolly Rocket, The Dragon, Pirate Falls, Mia's Riding Adventure, Flight of the Sky Lion, Haunted House Monster Party e Coastguard HQ (que entramos faltando 1 minuto pro parque fechar). E na hora de irmos embora passando pela Miniland, onde tem as miniaturas de locais famosos. Desses, o Flight of the Sky Lion foi o que mais impressionou e o Haunted House foi uma surpresa agradável, porque parece bobinho, mas é super divertido.


Legoland Windsor -  Flight of the Sky Lion
Legoland Windsor -  Flight of the Sky Lion

Legoland Windsor -  Haunted House - Monster Party
Legoland Windsor -  Haunted House - Monster Party

Legoland Windsor - Knight's Kingdom
Legoland Windsor - entrada do Knight's Kingdom

Mia's Riding Adventure
Legoland Windsor - Mia's Riding Adventure

Legoland Windsor - Miniland - Londres
Legoland Windsor - Miniland - Londres

Legoland Windsor - Miniland
Legoland Windsor - Miniland - Castelo de Windsor

Nós comemos um cachorro-quente muquirana caro pra caramba, sentados num banquinho embaixo de um sol escaldante, entre a atração The Dragon e a Pirate Falls. 


Legoland Windsor hot dog kiosk
Menu de um dos quiosques que estavam abertos. Me chama a atenção o catchup e mostrada compartilhada em plena pandemia...


Comparando o Legoland de Windsort com o Legoland da Florida, eu achei o Windsor mais desorganizado e com pouco pessoal. A gente fez tão pouca atração porque era só uma pessoa responsável por uma atração inteira, então ela tem que esvaziar a atração, ver se ninguém pegou a bolsa de outra pessoa, fazer a fila pro povo entrar, garantir que todo mundo sentou certinho, ligar a atração e vigiar. Não tem aquele dinamismo de estar organizando as pessoas para o próximo round enquanto a atração está divertindo os que estão nela, sabe? Então um passeio que levaria 10 minutos, no máximo, leva 30 por causa disso. É bem desanimador. E quando a atração trava, como a Sky Lion travou com a gente na fila, não tem um aviso sequer, um calor surreal, uma sujeira danada (e isso em época de pandemia que tinham que ao menos zelar pela limpeza), sem lugar pra encostar, BEM cansativo. Na hora da saída uma fila de carros desorganizada, o caos. 


Legoland Windsor - The Dragon
Esperando o The Dragon. Repare o estado do teto.

Saindo do Legoland, exaustos, esticamos até um dos pontos altos da viagem, mas que eu fiquei com vergonha de sair do carro com medo de chamarem a polícia, porque não duvido que pros vizinhos deve ser um 'saco': fomos até a casa onde foi filmado o exterior da casa dos tios de Harry Potter nos primeiros filmes da saga. Ela fica em Bracknell (12 Picket Post Close). Acabou que só tiramos fotos de dentro do carro mesmo... (Tá vendo o porquê de uma das vantagens de ter um carro alugado? Como você faria isso de ônibus?) Pra mais dicas de lugares de Harry Potter em Londres, corre lá no post A Londres de Harry Potter


Vila de casas do filme de Harry Potter.
Que memórias você tem desse lugar?

Vila de casas do filme de Harry Potter.
Casa da infância de Harry Potter. Consegue ver o carrinho azul parando naquela janela ali?

Então seguimos para o hotel de Woking para o pernoite.


Outros dias:

Dias 0 e 1 - Chegando em Londres, Kensington Palace, Hyde Park e Oxford Street, pernoites de Londres no Hotel Premier Inn London County Hall

Dia 2 - British Museum, Leicester Square (M&M's World) e Piccadilly Circus (Hard Rock Cafe London)

Dia 3 - Torre de Londres, Borough Market, Millenium Bridge, St. Paul's Cathedral e Leandenhall Market

Dia 4 - Museu Marítimo, Royal Observatory Greenwich e House of MinaLima

Dia 5 -  Westminster Bridge, Big Ben, Museu de História Natural

Dia 6 - Scotland Place, Horse Guards Parade, Westminster Abbey, Buckingham Palace e London Eye

Dia 7 - Bank of England, King's Cross Station e Notting Hill, retirada do carro alugado na Enterprise de Waterloo.

Dia 8 - Legoland Windsor & Casa da Infância de Harry Potter em Bracknell, pernoite no Hotel Doubletree by Hilton Woking

Dia 9 - Stonehenge e ida para Weymouth, pernoite no Best Western Weymouth Hotel Rembrandt

Dia 10 - Ida para Lyme Regis e Island of Portland

Dia 11 - Costa Jurássica - Shell Bay Studland, Old Harry Rocks, Lulworth Cove e Durdle Door

Dia 12 - Winchester e retorno a Londres, com pernoite no Premier Inn London Heathrow Airport

Resumo de roteiro completo: Londres - voltando a viajar pós-pandemia - nosso roteiro resumido

Nenhum comentário

Reserve seu hotel

Booking

Seguros de viagem

Aluguel de carro