Nosso roteiro em Londres - Dia 6 - Scotland Place, Horse Guards Parade, Westminster Abbey, Buckingham Palace e London Eye

No nosso sexto dia em Londres fizemos alguns pontos turísticos mais pertos do hotel onde estávamos hospedados. Prepare-se porque hoje o post tá longo e recheados de fotos!


Rio Tâmisa e Parlamento Britânico vistos da London Eye.
Rio Tâmisa e Parlamento Britânico vistos da London Eye.

Saímos do hotel às 9h da manhã depois de um belo café da manhã e fomos caminhando pelo The Queen's Walk, o caminho às margens do Rio Tâmisa ao lado da London Eye, é parte integrante da criação do Jubilee Walkway criada para marcar o Jubileu de Prata da Rainha Elizabeth II em 1977. Atravessamos o Rio pela Golden Jubilee Bridges, que são duas pontes de pedestres instaladas em 2002 junto a Hungerford Bridge (1864), sendo uma de cada lado. Essas pontes foram construídas em homenagem ao 50° aniversário da coroação da Rainha Elizabeth II (Jubileu de Ouro). De uma delas é possível tirar fotos lindas da London Eye e do Parlamento.


Golden Jubilee Bridge.
Golden Jubilee Bridge.

Golden Jubilee Bridge.
Vista da Golden Jubilee Bridge para a London Eye.

Dali chegarmos a Scotland Pl (a caminhada toda dá desde o hotel dá 1 km). Mas porque ir até lá? Todo fã de Harry Potter já sabe: ali foi gravada a cena que o trio sequestra funcionários do Ministério da Magia para tomar seus lugares e entrarem lá para buscar uma das horcruzes. 


Rony Weasley de olho na funcionária
"Rony Weasley de olho na funcionária" - cena gravada no Scotland Pl. Fonte da Imagem: Whim

Scotland Pl.
Scotland Pl.

Scotland Pl.
Copiando Rony.

Scotland Pl.
Só Potterhead entende.

Fomos então até o local onde acontece a Horse Guards Parade na Whitehall. Esperamos até às 10h quando a Guarda Montada se instala ali nas "casinhas" da Whitehall.


A instalação da Guarda Montada no Whitehall.

Cadiz Memorial.
Cadiz Memorial.

Guarda Montada Britânica.
Guarda Montada Britânica.

Fomos andando pela Whitehall e passamos pela Downing St, onde ficam as residências oficiais e os escritórios do Primeiro Ministro e do Chanceler do Tesouro do Reino Unido. As grades foram instaladas em 1989 por causa do aumento da violência (principalmente dos atentados do grupo IRA).


Downing St.
Downing St.

A foto clássica com a cabine e a Elizabeth Tower.
A foto clássica com a cabine e a Elizabeth Tower.

Parliament Square Garden.
Parliament Square Garden.

Seguimos para a Abadia de Westminster. A Westminster Abbey é uma igreja anglicana em estilo gótico, o edifício atual começou a ser construído em 1245 (terminou atpenas em 1722). É o local tradicional de coroação (desde William I, em 1066) e sepultamento dos monarcas ingleses e britânicos. Foi lá que a Rainha Elizabeth II se casou com o Philip, Duque de Edimburgo, em 1947, e que William casou-se com Catherine Middleton (na época, Duque e Duquesa de Cambridge, hoje já Príncipe e Princesa de Gales, primeiro na sucessão de Rei Charles III), em 2011. Ali também foi realizado o funeral de Lady Di, em 1997. Além de nobres, outras pessoas estão sepultadas ou memorializados lá, não só no Poet's Corner, onde vários poetas, escritores e músicos são lembrados, mas também cientistas como Stephen Hawking, Charles Lyell, Michael Faraday, Isaac Newton, Charles Darwin, e o primeiro-ministro Winston Churchill. Perto da saída está o túmulo do guerreiro desconhecido (The Unkown Warrior), um soldado britânico não identicado que morreu na Primeira Guerra Mundial e que é o único túmulo que é proibido andar sobre na abadia.


Westminster Abbey
Abadia de Westminster por fora.

Westminster Abbey
Interior da Abadia de Westminster.

Westminster Abbey
Túmulos e memoriais de cientistas dentro da Abadia de Westminster.

Westminster Abbey
Westminster Abbey

Westminster Abbey
Altar de coroação na Abadia de Westminster.

Tinha uma pequena fila para comprar os ingressos na entrada, mas você pode comprar online também. O ingresso familiar dá direito a entrada de um adulto e uma criança até 17 anos pelo preço de um adulto (£27), e o guia multimídia está incluso na entrada, com som e tradução em português. Se você for ficar em Londres por mais tempo, ou pretende retornar, pode pedir para converter o ingresso para o passe anual sem custo (que permite três entradas anuais).


Westminster Abbey
Repare as estátuas lindas dentro da Abadia de Westminster.

Westminster Abbey
Outras nem tanto. Aliás, que posse estranha para um túmulo, não?

Westminster Abbey
Abadia de Westminster.

Westminster Abbey
Jardim interno da Abadia de Westminster.

Westminster Abbey
Jardim interno da Abadia de Westminster.

Westminster Abbey
The Unknow Warrior na Abadia de Westminster.

Westminster Abbey
Trono da coroação na Abadia de Westminster.

Westminster Abbey
Westminster Abbey

Booking.com


Fomos caminhando pela Victoria St procurando um local para almoçar e acabamos no Itsu, uma rede de comida japonesa, onde os pratos "frios" já ficam prontos das prateleiras, e você pega e se dirige ao caixa. Se optamos em comer um dos pratos quentes, peça no caixa e aguarde. Pedimos um chicken noodle soup (algo em torno de £6 - esqueci de anotar), um salmon sushi (£4,99) e um salmon full house (£8,89) e refrigerantes.


Itsu, restaurante japonês na Victoria Street.
Itsu, restaurante japonês na Victoria Street.

Interior do Itsu Victoria Street.
Interior do Itsu Victoria Street.

Itsu Victoria Street.
Nossos pratos.

Depois do almoço, seguimos pela Buckingam Gate até o Palácio de Buckingham. O Palácio de Buckingham foi construído em 1703, e atualmente é a resideência oficial e principal local de trabalho do Monarca do Reino Unido. Quando fomos era a Rainha Elizabeth II e hoje é o Rei Charles III. Optamos em apenas vê-lo de fora, sem entrar porque já estávamos exaustos de tanta caminhada. 


Victoria St com BuckinghamGate (B323)
Victoria St com BuckinghamGate (B323)

Chegando no Palácio pela Spur Road.
Chegando no Palácio pela Spur Road. Note o asfalto vermelho que serve como tapete vermelho para o monarca.

Palácio de Buckingham.
Palácio de Buckingham.

Palácio de Buckingham.
Palácio de Buckingham.

Palácio de Buckingham e o Memorial da Rainha Victoria.
Palácio de Buckingham e o Memorial da Rainha Victoria.

Praça do memorial da Rainha Victoria.
Praça do memorial da Rainha Victoria.

O Memorial da Rainha Victoria.
O Memorial da Rainha Victoria.

Voltamos para o hotel pela Birdcage Walk que contorna o St James' Park. Nem fomos pela The Mall, um erro grotesco e fiquei sem fotos e sem conhecer!!


Birdcage Walk
Birdcage Walk.

Descansamos um pouco no hotel para podermos ir finalmente para a London Eye. Apesar de estarmos ao lado, não conseguimos comprar o ingresso presencialmente, sempre esgotado. Então dias antes (uns 3) optamos em comprar pelo site deles usando o Wise (falo melhor deste cartão no post Qual a melhor forma de fazer câmbio em viagens internacionais?). É possível comprar o ingresso apenas para a Roda Gigante, ou combos que incluem um passeio no Tâmisa com o River Cruise, o Museu de Cera da Madame Tussauds,  aquário SEA LIFE Londres e a atração The London Dungeon. Nós optamos em comprar apenas o ingresso normal (£36/adulto e £32,50/crianças entre 3 e 15 anos) e sem a fila rápida que encare o tíquete em mais £13,50. Se você quiser algo mais chique, pode reservar uma cabine inteira para você por £625 (ou £500 se for apenas um casal).


London Eye
London Eye

Uma das cabines da London Eye.
Uma das cabines da London Eye.

Buckingham Palace visto da London Eye
Buckingham Palace visto da London Eye (tá lá, lá no meio!!)

Pegamos quase o último horário da London Eye, às 17h, e mesmo sendo verão, eles não ficam abertos até tarde, uma pena porque ver Londres ao anoitecer teria sido fantástico. A London Eye fica às margens do Rio Tâmisa e foi inaugurada em 2000, com o nome de Milennium Wheel, em comemoração a virada do milênio. A roda gigante tem 120m de diâmetro, mas no ápice, a cabine chega a 135m de altura, o que permite ver Londres e o entorno em dias claros. As 32 cabines ficam sempre na vertical e os passegeiros podem ficar de pé ou sentados no banquinho ao centro (mas não vão conseguir ver muita coisa dali). A London Eye recebe cerca de 15 mil visitantes por dia e o passeio dura 30 minutos.


Buckingham Palace visto da London Eye
Pronto, agora com zoom você consegue ver o Palácio de Buckingham!

Westminster Bridge e o Rio Tâmisa.
Westminster Bridge e o Rio Tâmisa.

Horse guard parade visto da London Eye.
Zoom no Horse Guard Parade.

Parlamento Britânico visto da London Eye.
Parlamento Britânico visto da London Eye.

London City vista pela London Eye
London City vista pela London Eye

Selfiezinha de viagem dentro da London Eye.

A vista é muito bonita e vale a pena fazer ao menos uma vez na vida, apesar do alto custo para nós (nem converte se não tu nem vai).


A noite optamos em jantar no Westminster Kitchen perto do hotel Premier Inn que estávamos. A comida estava mediana, mas foi uma das refeições mais cara que a gente comeu durante toda a viagem: Kids Plain Pasta (£8,95), Rib Eye (£25,95) e Half Chicken (£17,95). Não valeu a pena. A dica que deixo: fuja de restaurantes perto de grandes atrações turísticas...


Cardápio do Westminster Kitchen.
Cardápio do Westminster Kitchen.

Interior do Westminster Kitchen.
Interior do Westminster Kitchen.

Nossos pratos do Westminster Kitchen.
Nossos pratos do Westminster Kitchen.


Salve estes pins em seu Pinterest.

Salve este pin em seu Pinterest.

Salve este pin em seu Pinterest.

Salve este pin em seu Pinterest.

Nenhum comentário

Reserve seu hotel

Booking

Seguros de viagem

Banner 2
Use EAIFERIAS15 para ter 15% de desconto no Seguros Promo

Aluguel de carro