Alugando carro com a Hertz no Texas e na Califórnia

Na viagem a trabalho que fiz em Maio de 2015 para as cidades texanas de Houston e Austin e para Palo Alto na California era necessário que eu tivesse liberdade de deslocamento entre hotel e os lugares que eu deveria visitar. Como nem sempre o sistema de transporte é facilitado (ainda mais com mala), a opção é sempre alugar carro. 

Como foi uma viagem a trabalho, fiz cotação com três locadoras: Alamo, National e Hertz, e a última apresentou a melhor cotação para mim. Acredito que isso também esteja associado a eu fazer parte do programa de fidelidade deles, o Gold Plus Rewards, que além de conseguir negociar melhor as tarifas, facilita todo o trâmite de retirada do veículo, pois eles estacionam o veículo na vaga do Club e te informam tanto pelo email quanto pela placa que fica no estacionamento da locadora, assim nem é necessário passar no balcão para fazer o check-in!

Balcão de atendimento da Hertz em Houston (Texas). Se você for Gold Plus nem precisa passar aqui! Maio/2015.
O atendimento Gold Plus Rewards nas três cidades é o padrão Hertz: você sai do aeroporto (contei um pouco dos aeroportos no post aqui), e se dirige para o edifício-garagem. Se você tiver acesso à internet, basta checar ainda no aeroporto o email que você recebeu indicando a vaga onde seu veículo estará. Sem acesso, basta conferir no painel que fica logo na entrada da garagem da Hertz o seu nome e a vaga do veículo. Depois de pegar seu carro, dê uma boa conferida na lataria (amassados e etc) e na presença de estepe e etc. Você então vai se dirigir para a saída do estacionamento, onde o atendente vai conferir seus documentos e vai lhe entregar uma documentação para você assinar. Como se é Gold Plus, o caução será dado no cartão de crédito do seu cadastro (por isso quando não se tem o fidelidade, o motorista deve se dirigir para o balcão e mostrar CNH e o cartão para o caução e pagamento). Cheque tudo, como em qualquer outra locadora. Para a devolução do veículo é só chegar na garagem do aeroporto seguindo as placas e se dirigir até o guichê de devolução, aguardar a vistoria e receber o papelzinho do atendente. Se você tiver for pagar no cartão, já está resolvido. Se quiser converter o pagamento para dinheiro, terá que pegar a documentação recebida e se dirigir para o balcão e pedir a troca da forma de pagamento, sem problemas.

Email recebido da Hertz (acho que é apenas para Gold Plus Rewards) informando a vaga onde o veículo estaria em Austin (Texas). Maio/2015.
Placa informando onde os veículos dos Membros Gold Plus Rewards estão, neste caso foi no aeroporto de San Francisco (California). Basta buscar seu nome ali e seguir para a vaga. Maio/2015.
Em Austin, é bem fácil chegar na Hertz, basta atravessar a ponte de acesso. Rápido e fácil. Mas eu tinha recebido email me informando que o carro seria um Ford Fiesta  na vaga 133, no entanto ele não estava na vaga indicada. Falei com a atendente que fica por ali, e ela trocou para o Nissan Versa que estava na vaga 174. Eu dei uma conferida no carro, e senti falta de uma entrada USB, que seria essencial para eu carregar o celular e usar o GPS. Ela disse que nenhum dos carros econômicos tem este tipo de entrada, e ela já havia me dado upgrade para o compacto. Para ter USB eu deveria pagar o upgrade para Intermediário e a diferença na diária seria de uns US$20. Preferi manter o Versa e ir numa loja comprar o carregador do carro (que achei numa Walgreens com duas entradas, uma de 1A e outra de 2.1A, por US$4,99! e ainda trouxe para o Brasil e uso aqui!). O carro foi entregue limpo, com mais de 32 mil milhas rodadas, mas em bom estado. Porta malas comportou tranquilamente a minha mala grande e minha mala de bordo. A devolução foi rápida e tranquila. Dirigi 174 milhas com ele, tendo alugado por 2 dias (com EP e CDW, pagando no cartão de crédito), tendo devolvido com tanque cheio, o custo foi de US$122,40 (fora combustível, que estava na abaixo dos US$3).

Os carros nas vagas do Club Gold no aeroporto de Austin. Os usuários não fidelizados, devem ir para a fila seguinte. Maio/2015.
O Nissan Versa que peguei em Austin, na vaga 174. Maio/2015.
Carro espaçoso, com mais de 32 mil milhas rodados, bom de direção, limpo. Maio/2015.
O Versa estacionado em frente ao Texas Capitol, em Austin. Só colocar US$0,25 para cada período de tempo. desejado. Maio/2015.
Se você estiver planejando alugar carro para sua próxima viagem, não se esqueça de cotar com a RentCars, nossa parceira de viagem.

Em São Francisco, foi um sacrifício chegar, o edifício garagem fica longe pacas do Aeroporto, tendo que pegar o AirTrain e seguir até o final do trajeto! Pelo menos você já chega no andar da Hertz e dá de cara com a placa informando a vaga do carro. Segui para a vaga indicada (no meu caso era a 189) usando as placas e achei o Chevrolet Spark que reservei (e eu crente que ia ganhar upgrade hahahahaha). O Spark é o nosso Sonic. Micro e apertado. A mala grande não entrou e tive que rebater o banco de trás para caber. A boca do porta malas é pequena, o que também dificultou... Ainda bem que eu estava sozinha! hahahahaha Fora que me senti uma anã no meio dos outros carros. O carro foi entregue limpo, em excelente estado, com pouco mais de 15 mil milhas rodadas. Aluguei o carro por dois dias também, com EP e CDW e devolvi com tanque cheio, tendo dirigido 132 milhas. O custo foi de US$156,02 (sem combustível, que estava acima de US$3,6 o galão no posto Valero da South Airport Boulevard). A devolução foi rápida e tranquila, mas como optei em não pagar em cartão, me dirigi ao balcão de atendimento (o mesmo que faria check-in caso não tivesse o fidelidade) e paguei sem maiores problemas.

Placas indicando onde estão as vagas na garagem da Hertz em São Francisco. Maio/2015.
O Chevrolet Spark na vaga da Hertz em São Francisco. Deu trabalho para colocar a mala nesse porta-malas. Maio/2015.
O Spark na vaga do hotel que fiquei em Palo Alto. Estacionar ao menos é fácil!! Maio/2015.
Encontre o carro alugado no meio dos sedãs da Universidade hahahahaha. Maio/2015.
Em Houston, cheguei no aeroporto 1:30h da manhã e fui pegar o ônibus que leva até o edifício garagem das locadoras, longe para chuchu. Chegando na Hertz percebi que meu nome não estava na placa e então entendi porque eu havia recebido no dia anterior o email informando a minha vaga. Eu fiz a reserva errada, considerei o dia de embarque do voo (sai de São Francisco no dia 7 e cheguei em Houston dia 08, às 2h da manhã). E fui procurar alguém no balcão de atendimento e não achei ninguém! Para a minha sorte achei um rapaz que já ia embora e ele voltou para o balcão e reabriu a reserva. Se não fosse isso estaria lascada! Fui para a vaga e peguei o Toyota Yaris. O carro é pequeno, do mesmo porte que o Spark, mas um pouco maior, pelo menos para o motorista. Para colocar a mala (grande), tive que soltar o banco do passageiro, mas não precisou rebater por completo. O carro estava em excelente estado, tinha só 500 milhas rodadas! Também estava limpo. Mas quem alugou antes deu uma raspada em cima do para-lamas esquerdo e eu nem tinha visto na retirada do carro (também era mais de 2 da manhã!), mas não tive problemas com isso na devolução. O carrinho até que é bom de dirigir!! rs Na devolução do carro tive um pequeno problema: como o rapaz reativou a minha reserva, ele o fez considerando o dia 7, ao invés do dia 8, e assim eu pagaria uma diária a mais, sem ter usado. Fui para o balcão de atendimento para pagar em dinheiro e pedir estorno desse dia. Expliquei a situação para a atendente, que chamou a gerente e conseguiram reverter ali mesmo. Aluguei o carro por dois dias, com EP e CDW, tendo andado com ele 207 milhas, pagando no total, sem combustível, US$134,64.
Interior do Yaris. Maio/2015.
O Toyota Yaris alugado no estacionamento do hotel em Houston. Maio/2015.
Eu já havia alugado carro na Hertz em Orlando, como contei neste post aqui.

Não tenho reclamações, e os problemas que tive consegui sempre resolver, seja no balcão ou por telefone depois. Os carros são bons e nunca me deixaram na mão. A única coisa que eu acho que poderia melhorar é a forma de escolha do carro dentro da categoria, pois na Alamo você escolhe dentre aqueles que estão na fila da categoria (pelo menos é assim em Orlando) e não fica apenas ao critério do atendente.

Você já alugou carro pela Hertz? Ou outra locadora? Onde? Qual foi sua experiência? Experiência nos comentários.

Você poderá gostar de ler também o nosso post com um pequeno F.A.Q. sobre aluguel de carros aqui.

Nenhum comentário

Reserve seu hotel

Booking
Zarpo
Zarpo

Seguros de viagem

Aluguel de carro

Ingressos para as principais atrações de Orlando

Passeios no seu destino

Viator

Trem na Europa