Estrada Real - Caminho Velho - São João del-Rei

São João del-Rei foi a nossa última cidade visitada do nosso Projeto Férias na Estrada Real que fizemos ano passado, depois de termos feito toda o Caminho Novo e o Caminho dos Diamantes e conhecido algumas cidades do Caminho do Sabarabuçu e do Caminho Velho. Nós ficamos uma tarde nesta cidade e neste post vou contar um pouco sobre esta cidade.

São João del-Rei, Caminho Velho, Estrada Real, Estação de Trem, Maria Fumaça
Nosso Último carimbo da Estrada Real: São João del-Rei. Agosto/2016.

Quer saber o que tem pra ver e fazer em São João del-Rei? Fica, vou contar tudo no post de hoje.

São João del-Rei teve origem no Arraial Novo do Rio das Mortes, fundado ali em 1704. Alguns anos depois o arraial foi um dos palcos da Guerra dos Emboabas. Em 1713, foi elevada à categoria de Vila, com o nome de São João del-Rei em homenagem a Dom João V, sendo elevada à categoria de cidade em 1838. A cidade tinha uma vocação mais comercial que de mineração, quando comparada às outras cidades contemporâneas àquela época.

Também é conhecida como "A Terra onde os sinos falam", pois os sineiros comunicam a população por meio dos badalos: se há missa, há uma sequência; se há uma procissão, outra; e a sequência é replicada de uma igreja para outra, até que toda a cidade a tenha escutado.

A cidade preserva seu centro histórico com características do Barroco, mas a cidade já cresceu bastante e mescla vários estilos arquitetônicos, talvez até mais que as cidades históricas de Tiradentes e Ouro Preto. O acervo arquitetônico e artístico é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em 1943.

Se você está procurando hospedagem para sua viagem não deixe de conferir a seleção que o Booking traz pra você.



Atrações turísticas de São João del-Rei

Em São João del-Rei o turista poderá conhecer desde construções históricas até mesmo fazer trekking na Serra do Lenheiro. Olha quanta opção você terá na cidade:

  1. Estrada de Ferro Oeste de Minas, que liga Tiradentes até São João del-Rei, inaugurada em 1881 com a presença de Dom Pedro II e funcionando desde então até os dias de hoje. É uma das atrações principais da cidade, onde os vagões são puxados por uma Maria Fumaça por 12km, trazendo alegria para as crianças. Funciona às sextas, sábados e domingo, mas em alta temporada podem abrir em outros dias de semana. Para conferir as datas para seu período de viagem, sugiro consultar o site para não encontrar o trem parado. Na estação de São João del-Rei é possível também visitar, gratuitamente, o Museu Ferroviário (funcionamento de quarta a sexta, das 9h às 11h e das 13h às 16h; sábado das 9h às 11h e das 14h às16h; domingo das 9h às 13h). A estação fica na Rua Antônio Josino de Andrade (antiga Rua Hermilio Alves), 366, Centro.

  2. São João del-Rei, Caminho Velho, Estrada Real, Estação de Trem, Maria Fumaça
    Maria Fumaça da EFOM. Agosto/2016.
  3. Centro histórico, onde estão as maiorias das atrações da cidade, fica no entorno da Rua Getúlio Vargas.
  4. Igreja de São Francisco de Assis, de 1749, sua fachada foi feita por Aleijadinho. Nos fundo existe um pequeno cemitério onde estão os restos mortais do ex-presidente Tancredo Neves. Praça Frei Orlando. Ingresso R$6/adulto.

  5. São João del-Rei, Caminho Velho, Estrada Real, Igreja de São Francisco de Assis
    Igreja de São Francisco de Assis. Agosto/2016
  6. Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar, de do Século XVIII. Rua Getúlio Vargas.
  7. Igreja de Nossa Senhora do Carmo, de 1759, com lustres de cristal e altar em estilo barroco. Largo do Carmo. Ingresso R$4/adulto.

  8. São João del-Rei, Caminho Velho, Estrada Real, Igreja de Nossa Senhora do Carmo
    Igreja de Nossa Senhora do Carmo. Agosto/2016.
  9. Igreja de Nossa Senhora das Mercês, do Século XIX. Praça Barão de Itambé. Sem taxa de visitação.
  10. Igreja de Nossa Senhora do Rosário, a igreja mais antiga da cidade, de 1753, com interior bastante simples. Praça Embaixador Gastão da Cunha. Não abre às segundas. Demais dias das 8h às 11h.

  11. São João del-Rei, Caminho Velho, Estrada Real, Igreja de Nossa Senhora do Rosário
    Igreja de Nossa Senhora do Rosário. Agosto/2016.
  12. Capela de Nossa Senhora da Piedade, também conhecida como Passinho da Piedade, fala-se que foi construída em frente à Cadeia Pública para que os presos pudesse assistir à missa aos domingos e dias santos. Como a cadeia mudou-se para a Casa de Câmara, a capela passou a ser usada como Passo da Paixão na Quaresma e Semana Santa. Rua Getúlio Vargas, 424 (em frente ao Museu de Arte Sacra, perto da Igreja do Rosário).
  13. Se você estiver planejando alugar carro para suas férias, não se esqueça de cotar com a RentCars, nossa parceira de viagem.

  14. Capela de Nossa Senhora das Dores, de 1918, é a única construção neogótica da cidade. Não abre para visitação, apenas para missas às terças e sábados, às 15h30. Rua Comendador Bastos.
  15. Capela de Nosso Senhor do Bonfim, de 1769. Para do Senhor Bom Jesus do Bonfim.
  16. Capela de Santo Antônio, de 1774, possui portada em pedra polida e fachada rica em detalhes. Rua Santo Antônio, Bairro Tejuco. Aberta apenas às terças.
  17. Capela do Senhor Bom Jesus dos Montes, de 1847, onde se realizava a Festa da Santa Cruz no Século XIX. Praça Pedro R. Vale, Bairro Senhor dos Montes. 
  18. Memorial Tancredo Neves, aberto desde 1990, trazendo acervo referente à memória do ex-presidente Tancredo Neves, que nasceu nesta cidade em 1910. Rua Padre José Maria Xavier, n. 7. De sexta a domingo, e feriados, das 9h às 17h. Ingresso R$2/adulto.
  19. Museu Regional de São João del-Rei, com exposição de aspectos do cotidiano no comportamento e nos costumes dos séculos XVIII e XIX, retratados em móveis, imagens religiosas e outros objetos. Aberto desde 1963, situado às margens do Córrego do Lenheiro, funciona na antiga residência do comendador João Antônio da Silva Mourão, que foi um importante comerciante da cidade. Rua Marechal Deodoro, 12. Entrada gratuita.
  20. Museu dos Ex-combatentes da Força Expedicionária Brasileira, contem acervo contando a participação dos soldados brasileiros na Segunda Guerra Mundial. No primeiro andar tem uma exposição sobre o esquadrão de montanhismo (Museu do Montanhismo Militar) e no segundo andar, sobre a II Guerra. Rua Hermílio Alves, 769. Entrada Gratuita. Segunda a Sexta, das 8h às 17h; sábados das 8h às 12h.

  21. São João del-Rei, Caminho Velho, Estrada Real, Museu da FEB
    Entrada para o Museu do Montanhismo Militar. Agosto/2016.

  22. Museu de Arte Sacra, fundado em 1974, abriga objetos religiosos da região. Rua Getúlio Vargas, 376. Segunda à Sexta, das 12h às 17h; Sábados e feriados das 9h às 13h. Ingresso R$5,00 (inteira; há meia entrada para professores, estudantes e maiores de 60 anos).
  23. Mercado Municipal, ali você poderá observar e ver os costumes locais.
  24. Baronesa de Itaverava, sobrado em estilo neoclássico do Século XIX, abrangindo toda a frente do quarteirão, e é tombado pelo IPHAN. Está em processo para restauração. Praça Dr. Augusto das Chagas Viegas, 17.
  25. Solar dos Neves, pertencia à família do ex-presidente Tancredo Neves. Rua Getúlio Vargas, n 88.
  26. Theatro Municipal, de 1893. Foi reformado e modernizado entre 1998 e 2003, e hoje funciona sob administração da prefeitura com programação diversificada. Avenida Hermílio Alves, 170

  27. São João del-Rei, Caminho Velho, Estrada Real, Theatro Municipal
    Theatro Municipal de São João del-Rei. Agosto/2016.

  28. Rua das Casas Tortas, a rua de Santo Antônio era o antigo caminho dos bandeirantes, e por isso ela possui formato com traçado "espontâneo": estreito e sinuoso, ampliando-se apenas perto da Igreja do Rosário, em calçamento em "pé-de-moleque" na área tombada pelo IPHAN. Abriga casas coloniais bem preservadas e abriga a Capela de Santo Antônio.
  29. Ponte do Rosário, sobre o córrego do Lenheiro, foi a primeira ponte de pedra posta em concorrência, mas que devido a vários problemas na "licitação" não foi construída na época. Apenas em 1800, após a construção da Ponte da Intendência, houve nova licitação e a ponte foi construída por 4 contos de réis, com 3 arcos de volta perfeita. Avenida Eduardo Magalhães (BR-383) com Rua Padre José Maria Xavier.

  30. São João del-Rei, Caminho Velho, Estrada Real, Ponte do Rosário
    Ponte do Rosário. Agosto/2016.

  31. Ponte da Cadeia, sobre o córrego do Lenheiro, foi a primeira ponte de pedra a ser construída na cidade. Era conhecida como Ponte Nova por ter substituído a antiga de madeira ou mesmo Ponte de Baixo, por ficar abaixo em relação com a do Rosário, só depois ficou conhecida pelo nome atual, desde a mudança da cadeia do Largo do Rosário para a parte térrea da Casa da Câmara, hoje onde funciona a Prefeitura. Avenida Eduardo Magalhães (BR-383) com Rua Ministro Gabriel Passos, em frente à prefeitura.
  32. Chafariz da Legalidade ou Chafariz dos Arcos, instalado no Largo do Tamandaré, de 1834. Foi demolido em 1895. No entanto foi reconstruído na Praça dos Andradas, mas nunca jorrou água ali.
  33. São João del-Rei, Caminho Velho, Estrada Real, Chafariz da Legalidade
    Chafariz da Legalidade. Agosto/2016.
  34. Monumento aos Expedicionários, construído em 1969 em homenagem aos brasileiros da Segunda Guerra Mundial, que integravam a FEB e eram conhecidos como pracinhas. Rua Comendador Bastos, n. 99.
  35. Serra do Lenheiro, fica a noroeste da cidade e possui pinturas rupestres datadas entre 6 mil a 9 mil anos atrás. É possível fazer trilhas e rapel ali. Procure guias na cidade.



São João del-Rei no Circuito Turístico da Estrada Real

Para quem está colecionando os carimbos do passaporte, como nós, procure um dos pontos de coleta:
  1. Centro de Atendimento ao Turista, na Praça Frei Orlando, n. 90
  2. Agência Rumos em Rotas, na Rua Padre José Maria Xavier, n.35
  3. Pousada dos Sinos, na Rua Eduardo Magalhães, n.106


Nossa experiência em São João del-Rei

Nós fomos em São João del-Rei apenas uma tarde, após termos passeado pelo Centro Histórico de Tiradentes, indo pelo trecho do Caminho Velho da Estrada Real, que passa por Santa Cruz de Minas e pelo "Marco Zero" do Circuito da Estrada Real. Chegamos em SJDR na hora do almoço, estacionamos nosso carro na Rua Quintino Bocaiúva, pertinho da Estação de Trem da cidade. Almoçamos no Restaurante Pelourinho (buffet a quilo, na Rua Antônio Josino de Andrade). Em seguida fomos no Museu da FEB e as meninas puderam conhecer um pouco mais sobre o Exército Brasileiro.

São João del-Rei, Caminho Velho, Estrada Real, Museu da FEB
Museu da FEB. Agosto/2016.

Depois da visita, fomos no Museu Ferroviário e vimos também o trem partir rumo a Tiradentes. Não fizemos o passeio dessa vez pois estávamos de carro e já tínhamos feito o trem de Ouro Preto a Mariana nesta viagem, apesar de serem passeios completamente diferentes.

São João del-Rei, Caminho Velho, Estrada Real, Museu Ferroviário
Laura apreciando as fotografias do Museu Ferroviário. Agosto/2016.
São João del-Rei, Caminho Velho, Estrada Real, Museu Ferroviário
Antiga Locomotiva em exposição no Museu Ferroviário. Agosto/2016.
Como estávamos exaustos já, optamos em pegar o carro e dar uma volta pelo Centro Histórico de SJDR de carro mesmo, passando pelas Igrejas do Carmo, do Pilar e do Rosário (ficam todas na mesma rua) e pelo Solar dos Neves. Em seguida passamos sobre a Ponte da Cadeia e fomos conhecer a Igreja de São Francisco, estacionando o carro na Rua Aureliano Mourão.

São João del-Rei, Caminho Velho, Estrada Real, Igreja de São Francisco de Assis
Dia lindo (e quente) em São João del-Rei. Agosto/2016.

Depois da visita a Igreja e ao túmulo do ex-presidente, fomos tomar um milkshake no Bob's porque ninguém é de ferro rs. Em seguida voltamos para Tiradentes, dessa vez usando a BR-265. (dica: se você não tiver ido a Lagoa Dourada, existe uma filial da lanchonete O Legítimo Rocambole nesta estrada. Vale a pena parar e provar!!).

Nosso rastro desse dia pode ser visto na minha conta do wikiloc.

Nenhum comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Reserve seu hotel

Booking
Zarpo

Seguros de viagem

World Nomads Seguros de Viagem
Mondial Seguros
Corretora Real Seguro de Viagens

Passeios no seu destino

Viator

Aluguel de carro

Trem na Europa