16 Dicas para viajar barato

Férias de julho estão aí e a situação não está das melhores? Não deixe de viajar por falta de grana, apenas repense o destino. Esta foi a solução que encontramos aqui em casa. Os planos iniciais eram ir para a Califórnia, como já contei antes no post "Dólar alto = Mudanças de plano para as férias?".

Que tal umas dicas para economizar sem deixar de viajar?



1. Hora de usar as milhas

Você já verificou o seu saldo de milhagem no cartão de crédito? 
Aliás, você verificou se seu cartão de crédito está pontuando certinho? Falo isso pois conheço pessoas que possuem cartão da rede Mastercard há anos e desconhece o programa Surpreenda, onde cada compra vale um ponto, independente do valor, e com 15 pontos você já está apto a participar da promoção Mastercard Surpreenda em parceria com a Tam Viagens e assim poder pagar a viagem de uma pessoa e ganhar da outra. Mas para isso o cartão tem que estar cadastrado no programa. Além de programas como este, você já verificou para quais companhias aéreas o seu banco transfere as milhas do programa de fidelidade. Ok, a maioria transfere apenas para os tradicionais Smiles e Multiplus, mas você sabia que o banco Santander transfere para outros programas, como por exemplo, o Victoria da TAP, e que através dele você consegue emitir voos entre Brasil e a América do Norte por apenas 55 mil pontos entre as demais companhias aéreas da Star Alliance (como Aeroméxico, Copa, United)?
Depois de conhecer o seu programa de milhagem, procure pontuar sempre, assim o custo de passagem aérea poderá se anular caso você consiga pontos suficientes.


2. Não tem milhas? Então acompanhe os preços das passagens aéreas.

Eu gosto muito de acompanhar aqueles sites que avisam de promoções, como o Melhores Destinos, que inclusive instalei um app para me avisar toda vez que eles soltam um novo post com descontos. Desse modo, você vai acompanhando as promoções e assim que pintar aquela passagem, não pestaneje e compre. 


3. Vai comprar suas passagens? Use a navegação anônima do seu browser.

Navegue no anonimato! Fonte: Wikihow
"O que é isso?", muitos já me perguntaram. Quando você navega à toa pela web, saiba que você está sendo vigiado. Como as empresas fazem isso? Instalando cookies em seu computador/celular. Ou você achava que o Facebook tinha adivinhado que você estava pesquisando sobre Orlando e estava lhe mostrando grupos e anúncios de hotéis por mera coincidência? As empresas aéreas vão ainda mais longe, com os cookies instalados ela sabe que você já pesquisou preço de passagem ali, e numa nova pesquisa, o valor vai estar levemente mais caro, incentivando sua compra impulsiva, já que  você tem a sensação de que os preços estão subindo. Para evitar isso você pode limpar seus cookies na configuração do seu navegador ou usar a janela de navegação anônima.
No Firefox, por exemplo, é só você ir nos três risquinhos que tem na janela, na parte de cima, à direita, e selecionar "nova janela privativa". No celular também é possível navegar anonimamente. Saiba como navegar anonimamente no site http://pt.wikihow.com



4. Passagem aérea está fora de cogitação? Vá de carro!

Que tal explorar as cidades próximas à sua residência? Você conhece todas elas? Então vá além! Faça uma boa revisão no carro, e parta para uma viagem pelas nossas estradas. É só dirigir com segurança e partir.

 
5. E a hospedagem?

Lance mão de sites de pesquisa de hospedagem, principalmente aqueles que oferecem descontos exclusivos para seus assinantes. E procure fazer reservas com cancelamento grátis (e daquelas que nem são cobradas no cartão de crédito antes do check-in para evitar preocupação com estorno do valor), pois assim você poderá continuar suas pesquisas de valor de hospedagem mais em conta, mas já tendo segurado um valor evitando ficar sem teto nas férias.
Hotel está caro? Já procurou por albergues? Você já viu aluguel de apartamentos/casas no seu destino? Agora o Airbnb está aceitando pagamentos em reais e ainda parcela em 3x (se a hospedagem for menor que 27 dias e com valor máximo de US$3 mil). Nestas férias de agora, estamos alugando um apartamento para 8 pessoas numa cidade do interior de São Paulo pelo preço de uma pousada para 4 pessoas. Quando voltar, conto a experiência como foi.
Ah, não deixe de consultar nos hotéis se eles têm parceria com algum programa de fidelidade que você faça parte, ou conselho de classe ou até mesmo com a empresa que você trabalha. Esse tipo de coisa existe, mas é pouco divulgada.


6. Vai para Estados Unidos ou Canadá?  Use cupons de desconto!

Quem coisa melhor que desconto em cima de preços de outlet? Nos EUA e no Canadá isso é possível. É só você se cadastrar em sites de shoppings e das lojas que você pretende fazer compras e os cupons são enviados para seu email. Deixe para fazer este cadastro mais perto da viagem, pois os melhores cupons geralmente são os de boas-vindas e a validade deles não são tão grandes assim. Busque também cupons na internet e nos jornais da cidade. Para te ajudar nesta tarefa, fiz este post há algum tempo.


7. Vai alugar carro? Pechinche!

Vergonha para que? O "não" você já tem! Na Hertz, por exemplo, se você tem cartões BB Platinum ou Itaú Personalité eles oferecem descontos de até 25% para pagamentos ainda no Brasil (mesmo com reserva no exterior) e ainda parcela em 5x. Existem códigos de desconto para locadoras como a Alamo na web também. E se for alugar carro nos EUA, não deixe de ler nosso post sobre Aluguel de Carro  por lá. E claro, jé tendo um valor nas mãos, ligue para outra locadora e pechinche! Negocie o valor! Você pode conseguir desconto que achou que nunca conseguiria!


8. Utilize transporte público!

Se até Keanu Reeves anda de metrô,
por quê você não? Fonte: Mini Lua.
Ok, existem aquelas cidades onde o transporte público inexiste ou vai te deixar na mão, como Houston (Texas, EUA). Mas existe aquelas onde andar de carro é impossível, você vai perder um tempão em engarrafamentos e procurando vaga para o carro alugado. Lance mão do transporte público, assim você conhecerá a cidade como um residente e vai economizar uma boa grana. Nova Iorque, por exemplo, andamos toda de metrô, pelo preço de uma diária de carro (sem contar o gasto com estacionamento e gasolina!). Procure na web por aplicativos para o seu celular, como o citymapper que já cobre várias cidades, para ajudar a sua navegação.


9. Quer visitar museus? Procure o dia gratuito!

Existem museus em todo mundo com entrada gratuita, mas também existem aqueles que cobram "o quanto você quer pagar, como o Metropolitano de Nova Iorque. Para os com o preço fixo, como o 9/11 Memorial Museum, também em Nova Iorque, pode ser que exista o dia e hora de entrada gratuita. Cheque isto nos sites dos museus que você pretende conhecer e faça seu roteiro com base nestas informações.


10. Quer parques de diversão?

Veja sempre todas as opções de ingressos e faça as suas contas. A Universal de Orlando oferece no site brasileiro o "2 Park Bonus Ticket" que permite acesso de 14 dias ilimitados para os parques, que sai quase o mesmo preço de "3 dias Park-to-Park", quando comprado no site norte-americano. O Legoland da Flórida volta e meia tem promoção que oferece o ingresso infantil, quando comprado o ingresso de adulto, mas este é em site interno, sem propaganda, que uma pesquisa básica no Google lhe ajuda a encontrar se estiver vigente.


11. Vai para o exterior? Cuidado com a variação cambial!

Escolha um dia e ligue para várias casas de câmbio, inclusive a sua agência bancária e cote com todas elas, vendo inclusive as taxas que cobram. Assim, procure acompanhar a variação das duas mais em conta, para sentir quando é o momento de comprar o montante para a viagem. Evite usar o cartão de crédito, pois a variação cambial pode lhe trazer alguma surpresa, além do IOF bem maior do que o cobrado na compra do dólar (6,38% contra 0,38%).


12. Faça uma refeição no quarto do hotel.

Por isso sempre dou preferência a hospedagem que tenha ao menos microondas no quarto. Assim, você poderá fazer compras no mercado da cidade e poderá comer sem gastar muito. Muitas vezes o preço do café da manhã dos hotéis é bem mais caro do que você comprar os seus próprios itens e comer no quarto. Há inclusive quem compre refeição congelada e jante no quarto, economizando ainda mais.


13. Controle seus gastos

Alguns lugares a promoção é tão tentadora que a gente não resiste... "compre 2 tênis e ganhe o 3º grátis!". Quem nunca? Mas sempre avalie, você vai realmente precisar de 3 pares de tênis? Contenha-se! Ou então chame um amigo para dividir a promoção! hahahaha


14. Jamais ative o roaming de seu celular

Roaming no exterior? Evite! Fonte: Tech Tudo
A menos que seu pacote seja o supra-sumo, o que duvido muito vindo das operadoras brasileiras, um dia no exterior de roaming ativado pode fazer estrago na sua conta no final do mês. Dê preferência usar apenas wi-fi gratuito dos hotéis e restaurantes que você vai visitar (dá-lhe Starbucks) e fazer ligações usando programas VoIP (como Skype e Whatsapp). Se precisar mesmo de rede 3G, procure comprar chip de celular no destino, muitas vezes essa opção é a mais viável. No post Viajando para os EUA - como se comunicar com o Brasil - telefone, celular, app? eu escrevi a nossa experiência nos EUA.


15. Evite a alta temporada!

Ok, numa fase das crianças é impossível evitar viajar nos meses tradicionais de férias, como Julho e Dezembro/Janeiro/Fevereiro. Mas se ainda não é o seu caso, evitar os altos preços cobrados nesses meses vai ajudar bastante a salvar uma graninha.


16. Planeje com antecedência

Ok, este mês de julho você já perdeu... Mas outros virão! Então comece agora mesmo a planejar as suas próximas férias, pois ficará mais fácil negociar valores de hospedagem e passagem aérea.

6 comentários

  1. Adorei as dicas, principalmente sobre o navegação anônima !!!
    Beijocas
    Li
    http://www.criandofilhospelomundo.com/

    ResponderExcluir
  2. Camila adorei suas dicas! Confesso que já uso a maioria, principalmente as milhas kkkk. Mato e Morro por elas kkkk. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Amei as dicas! Eu sou a viajante econômica, pois sigo tudo isso aí. E se não dá para viajar MESMO, vou conhecer um parque novo na cidade ao lado, mas que eu vou, eu vou! :)

    ResponderExcluir
  4. Essas dicas são sempre úteis, sobretudo nos dias atuais. Parabéns

    ResponderExcluir
  5. Navegacao anonima, milhas ... Otimas dicas, mas me diverti com seu argumento para o transporte publico!!! Coberta de razao!!!

    ResponderExcluir
  6. Dicas preciosas, parabéns! Já uso o navegador oculto para passagens, planejo sempre com pelo menos 6 meses de antecedência, quando não um ano, uso as milhas (dá uma trabalheira manter tudo em dia). Mas a alta temporada não dá para evitar… E o roaming, sempre compro pacote de minutos para poder ficar com o meu número mesmo no exterior. Vou começar a usar os cupons, nunca tinha pensado!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Reserve seu hotel

Booking
Zarpo

Seguros de viagem

World Nomads Seguros de Viagem
Mondial Seguros
Corretora Real Seguro de Viagens

Passeios no seu destino

Viator

Aluguel de carro

Trem na Europa