Viajando para os EUA - como se comunicar com o Brasil - telefone, celular, app?

Quando a gente viaja a gente sempre quer manter contato com aqueles que ficaram no Brasil. Ainda mais deixando animais de estimação aos cuidados de outra pessoa, e quando temos familiares que sempre queremos saber como estão.

Em tempos de email, facetime, whatsapp, celular,  entre outros, ainda existe o bom e velho telefone. Qual deles é a melhor opção para se usar? Vamos conversar sobre isso hoje, focando nos Estados Unidos, pois é onde eu tenho maior experiência?

Duas fileiras de comutação telefônica manual do Livro "De Electriciteit" por P. van Capelle 1893. Fonte. Wikipedia

Quando viajamos a primeira vez para o exterior, em 2008, meu marido foi a trabalho para a Lyon, na França, e nós tínhamos (e ainda temos rs) celular pré-pago, e nos viramos muito bem com ele, apenas mandando SMS um para o outro, enquanto ele estava no congresso e eu sassaricando pela cidade (época sem filhos, facilidade nos passeios rs). Na época habilitamos o uso do chip no exterior (ambos éramos da TIM) e foi bem tranquilo. Mas para ligar para o Brasil, usávamos a boa e velha discagem a cobrar via Embratel e nos viramos com a conta na volta. Ligamos umas 3x durante toda a viagem, que durou uma semana.

Nas viagens seguintes, fomos sempre para os Estados Unidos. Em 2009, a gente se comunicava usando o mesmo esquema da França. Chegamos a tentar usar um daqueles cartões telefônicos que vendem nos restaurantes Brasileiros, mas o único que compramos, que prometia durar a viagem inteira, durou mal e porcamente duas ligações. Desistimos dele e nos baseamos novamente na discagem a cobrar.

Já em 2012, fazendo parte dos grupos de discussão, nos foi apresentado a possibilidade de comprar chip no exterior. E chegando nos EUA e primeira coisa que fomos fazer foi comprar um chip da AT&T e comprar o plano mais em conta para o nosso caso, com ligação local (a gente fazia e recebia ligação por uns 10 cents/minuto - sim, a ligação recebida era paga, não sei se mudou alguma coisa agora), e ligação para telefone fixo no Brasil ilimitada. Custou na época US$50 e funcionou muito bem. Não incluimos dados,  pois a desculpa que nos foi dada foi que o modelo de nosso celular não funcionaria, mas acho meio dificil porque era o lançamento da Samsung na época e o atendente estava meio que de má vontade. Ficamos uns 40 minutos para sermos atendidos na loja perto do The Loop e só não sai porque realmente precisava do chip...

Em Outubro de 2014, optamos por experimentar a T-Mobile, e não abrimos mão do pacote de dados. Mas o atendimento na loja da Sand Lake Road, próxima ao Olive Garden, foi muito bom. Compramos dois chips: um com pacote completo (dados + ligações locais + ligações para fixo no Brasil ilimitadas) e outro com dados e ligações locais. O primeiro custou US$60,00 (o chip custa $10, o plano local com dados $40 e o plano para o Brasil $10) e o segundo, US$50. Segundo o vendedor, teríamos que comprar o chip com o plano Simply Prepaid Unlimited, que custa inicialmente US$40/mês.

Mas na viagem para Nova Iorque, eu achei que seria caro demais investir outros US$60 para comprar outro chip... e então arrisquei levar os chips antigos e ver a possibilidade de reativá-los por lá, uma vez que tínhamos ido em outubro e estávamos voltando em fevereiro. Para minha surpresa, consegui tranquilamente ainda no Brasil, fazer uma conta  no site da própria T-Mobile (o chip tem que estar no celular para receber o token, então aconselho que você faça isso ainda nos EUA assim que possível para facilitar caso queira manter o chip), e trocar o plano de dados. Para isso o chip teria que ter fundo, algum valor de crédito em conta. Arrisquei colocar US$10 e deu certo. Usando meu próprio cartão com o endereço de cobrança brasileiro, ele creditou o valor e então no próprio site da T-Mobile eu fiz a troca do plano, saindo do Pay by the Month Plans - Simply Prepaid Unlimited e indo para o Pay as You Go Plan - 10cents/min, que custa US$3/mês.

Neste plano, Pay as you go plan de 10 centavos por minuto, o custo da ligação é de 10 centavos por minuto, cada SMS custa 10 centavos e é possível adquirir o plano de dados separadamente. O valor dele é de apenas 3 dólares por mês. Ou seja, os 10 dólares que coloquei vai manter ativo o chip por 3 meses.

Tento trocado o plano eu tive que colocar mais US$10 de crédito para conseguir comprar o plano de dados, e optei pelo 1-Week High Speed Data Pass (up to 1 GB), que me dá acesso 4G por 7 dias por US$10/semana. E era justamente o tempo que ficaríamos em Nova Iorque.

Assim, mantive o chip de Orlando numa viagem em Nova Iorque por US$13. E usamos bastante o pacote de dados, pois era através dele que eu acessa o app Citymapper, Google Maps e etc. E também fiz ligações para delivery, sem problemas algum.

No entanto o chip que estava com o pacote de dados para ligar para o Brasil não consegui fazer a mesma coisa pois ele pedia para que ligasse para um telefone lá ou que fosse na loja, e deixamos para fazer depois e depois e depois nunca chegou. rs

Para ligar para o Brasil, usávamos o aplicativo Skype para ligar para o fixo do Brasi via Wi-Fi do hotel ou dos dados do próprio celular. A ligação custa barato (você tem que ter um valor na conta caso queira fazer ligações para telefones comuns) e tem boa qualidade. O custo da ligação você pode conferir no próprio site do Skype.

Para quem não quer gastar nada, nem comprar chip, opte por hoteis que deem acesso Wi-fi gratuito no quarto, e por tomar café nos Starbucks da vida ou outras lojas / lanchonetes / restaurantes que também deem acesso gratuito. E estando com o Wi-Fi liberado, utilize os aplicativos de ligação como o próprio Skype, Viber, etc. Ainda existe o aplicativo Magic Jack para fazer ligações gratuitas nos Estados Unidos. Só cuidado com digitação de senha nestas conexões, pois elas são ótimas (#ironia) para hackers. ;)

E você, como faz para ligar de volta para o Brasil?

Num próximo post vou trazer o passo a passo de como migrei o plano na intranet da T-Mobile.
#Assine nossa newsletter e/ou feedburner para receber as novidades do blog.

Está organizando a sua viagem? Aproveite as nossas parcerias e adquira agora mesmo:

- Sua hospedagem com nosso programa de afiliação

- Seu aluguel de carro com nossos parceiros

- Seu seguro de viagem com nossos afiliados

- Seu guia de viagem com nossas parcerias

- Sua passagem aérea com nossos afiliados

Nenhum comentário

Reserve seu hotel

Booking
Zarpo
Zarpo

Seguros de viagem

Aluguel de carro

Ingressos para as principais atrações de Orlando

Passeios no seu destino

Viator

Trem na Europa