OffRoad - Comunicação nas trilhas

Entrando no mundo off-road hoje, já que faz um tempo que não falo das nossas aventuras lamacentas. Numa trilha o indicado é nunca ir se aventurar sozinho, pois pode acontecer algo e você estar no meio do nada. E como acontece a comunicação entre os veículos? Tem lugar que nem celular pega, e a única solução é lançar mão de rádio comunicadores.

Você acha mesmo que TIM, Claro, Oi, Nextel, Vivo, qualquer operadora pegam nesses locais?! Fevereiro/2015.

Para um grupo pequeno, que não quer dor de cabeça, o mais indicado são aqueles talk about da motorola, baratos, que não precisam de licença junto à ANATEL, mas que não possuem um alcance tão bom assim em regiões montanhosas e de mata fechada.

Para um melhor alcance, os jipeiros vêm utilizando a rádio-frequência de 2m (144,000 a 148,000 MHz), em geral. Para isso, há a necessidade de comprar um bom rádio de mão e/ou um bom rádio móvel instalado no carro. 

Para rádio de mão, observo que a grande maioria utiliza os baofeng UV-5R, UV-5RA e o mais novo UV-6R, mas a potência deles geralmente fica na casa dos 5W, não servindo para comboios muito grandes, pois dificilmente o primeiro carro vai conseguir falar com o 25º, havendo necessidade de fazer "ponte" (utilizar uma pessoa no meio do caminho para transmitir as mensagens, tipo a brincadeira "telefone sem fio") ou usar repetidoras (que requer o uso do indicativo).

Para instalação em carros, existe uma boa gama de, opções. Nós estávamos entre os Yaesu ft1900 (55W), Yaesu ft2900 (75W) e o ICOM 2300h (65W). Cada um com seus prós e contras. Optamos por comprar o Yaesu ft2900, mas ainda não o instalamos.

No entanto, além do equipamento adequado, por lei, você deve ter licença de uso junto à ANATEL, conseguindo um indicativo de rádio amador, e licença de funcionamento da estação. 


Como resolver esta questão?

Tirar o indicativo é relativamente fácil e diria "rápido" (leva uns 3 meses se tudo correr bem). Você deve fazer algumas provas da ANATEL para se tornar radioamador. No radioamadorismo existem 3 classes: "A", "B" e "C", que diferem conforme a experiência (e realização de prova). Para usar em trilhas, a classe "C" já lhe permitirá usar as frequências que os jipeiros têm o costume de usar. Para a Classe "C", você fará as provas de "Técnica e Ética Operacional" e "Legislação de Telecomunicações".

Mas como saber onde é a prova e quando será?

Para saber as datas de provas, você deve acompanhar o site da SEC (Sistema de Emissão de Certificado de Radioperador) da ANATEL, entrando com login e senha. Selecione "Agenda", "Consultar", e faça busca das datas (período de 30 dias) e o Estado onde você reside. Havendo disponibilidade, volte para a tela inicial e clique em "Inscrição", "Incluir", e coloque o seu CPF, UF (Estado onde mora ou mais perto de você para fazer a prova) e Certificado/Categoria (para classe "C" escolha "Certificado de Operador de Estação de Radioamador - Classe C). Clique em Confirma e confira a disponibilidade de vaga. Faça a sua inscrição e anote endereço, data e hora da prova. E claro, compareça!

Pronto! Inscrição feita. Peralá! Como estudar para a prova?!

Você pode estudar as apostilas que tem aos baldes na web.
As mais completas são a do Clube dos Radioamadores de Americana e as do Clube de Radioamadores de Rio do Sul (Técnica e Ética e Legislação). Depois de ler as apostilas, você deve fazer os simulados para se preparar. Um bom local para isso é o site do Clube de Radioamadores de Rio do Sul. Há quem estude apenas os simulados, gravando as respostas, já que a prova não muda a anos...

Como é a prova?

A prova é simples. Nós fizemos na sede da ANATEL aqui no Rio, na Praça XV. Você faz num auditório, e recebe as duas provas e vai assinalar as respostas no gabarito à caneta (leve 2 para não ter desespero!). A prova é idêntica aos simulados que você provavelmente vai encontrar na web. Você terá 1 hora para cada prova. Para ser considerado aprovado, você tem que acertar 14 perguntas das 20 de cada prova.

Prova feita! Como saberei o resultado?

Depois que você fizer a prova, aí que começa a contar o tempo... Na nossa, pediram 8 dias para correção, e ao fim do prazo, nada de resultado... Tivemos que abrir reclamação junto à própria ANATEL e mesmo assim levaram 20 dias para nos dar... Para saber se você foi aprovado ou não, acesse o "SEC", selecione "Prova", "Resultado" e escolha o "Certificado de Operador de Estação de Radioamador" (o famoso COER). Clique na data da prova que você se inscreveu. Na página seguinte, você verá as suas notas e o resultado. Sendo aprovado, selecione o ""Solicitar Certificado" mais a  direita. (Está duplicado, em um vai aparecer "ATENÇÃO! Você não obteve aprovação (...)" e no outro "Confirma a inclusão do certificado?", o que confirma o certificado é que será o certo!). Vai aparecer "Operação realizada com sucesso!". Então, você deve confirmar os dados e clicar em confirmar. por precaução, anote o seu número Fistel (são 11 números). Ao fazer isso, vai aparecer a mensagem "Para esta operação haverá cobrança de taxa. Deseja continuar?". Clique em "OK". Teoricamente, o site deveria te encaminhar para a página que gera o boleto. Comigo deu erro... Então acessei o Site de Boleto da ANATEL, preenchi os dados solicitados e o boleto de R$8,85 apareceu. Baixei o dito e paguei, pois somente com ele quitado que você poderá dar prosseguimento e solicitar o seu COER.

Virge! Fui reprovado! O que fazer?!

Você deverá se inscrever novamente e refazer apenas a prova que você não obteve a pontuação necessária. E claro, vê se estuda dessa vez!!

Boleto pago e agora?

Você deverá encaminhar para a ANATEL (confirme o endereço que você deverá encaminhar os documentos, nós enviamos "sedex" para a sede da Praça XV aqui no Rio, onde fizemos a prova) a seguinte documentação:
- Cópia autenticada do RG e do CPF (mandamos a CNH)
- Cópia simples do comprovante de residência
- Formulário de "Requerimento do Serviço de Radioamador" da ANATEL, que você pode baixar aqui.
Preencha o formulário à caneta e com letra de forma para não ter erros. Se for Estação Móvel, selecione a quantidade que você deseja licenciar e não precisa preencher os dados dos espaços 6.1 e 6.2.
Perceba que existe o campo "INDICATIVO DE ESTAÇÃO". É nele que você vai solicitar a sopa de letrinhas que vai te identificar. Mas o indicativo é único e existem regras para escolher. Se você estudou para a prova, vai saber!! hahaha Mas, por exemplo, para o Rio de Janeiro, Classe C, o indicativo deve iniciar com PU1, e variar entre JAA e YZZ. Para saber se o indicativo que você deseja está vago, acesse o site Consulta de Indicativo da ANATEL e vá testando. Preencha o campo com o indicativo desejado, mas permita-se colocar mais 2 ou 3 opções no campo "INDICATIVO ESPECIAL OU OUTRAS OPÇÕES DE INDICATIVO DE ESTAÇÃO", para não ter seu indicativo escolhido aleatoriamente caso o primeiro seja ocupado.

E depois?

Depois de enviar toda a documentação acima, você deverá aguardar. Pois a ANATEL vai gerar mais boletos para você pagar. Se você escolher estação fixa (a que não sai de casa) o valor será de R$33,52 e para estação móvel (HT ou a que você instalou no carro), R$ 26,83.
Para a gente, os boletos chegaram em casa. Mas se isso não acontecer, entre no site que você gerou o primeiro Site de Boleto da ANATEL e verifique se eles já estão liberados no sistema.

E onde pego meu COER e a Licença?

Agora que você já pagou tudo e é oficialmente um Radioamador, você poderá acessar o SEC (Sistema de Emissão de Certificado de Radioperador) da ANATEL e pegar a segunda via do seu COER, em "Certificado", "Segunda Via", incluir os dados solicitados e imprimir sua carteirinha. Para a Licença da sua estação você pode pegar no Sistema de Controle do Serviço de Radioamador - SCRA - da ANATEL e baixar a sua Licença, imprimir e andar sempre com ela quando estiver portanto o rádio.
Pode ser que eles te mandem pelos Correios também.


Pronto! 

Agora você já poderá se comunicar sem problemas pelas trilhas Brasil afora. E se viajar por outros países, verifique a política de cada um, pois na grande maioria podemos usar nossos rádios, mas desde que seguindo a regulamentação de lá.

Se você acha bobagem regularizar a sua situação junto à ANATEL, saiba que, se for pego irregular, você poderá ser detido e ainda ter que pagar uma multa de R$10 mil? Ninguém quer ter uma dor de cabeça dessas, não é mesmo?

Se você gostar do assunto, acho válido procurar uma Liga de Amadores Brasileiros de Rádio Emissão - LABRE e se aprofundar ainda mais neste mundo de ondas tão vastos!

Update (27/02/16): No grupo da Pajero TR4 Brasil, o Daniel Diniz acrescentou: "A potência de 5W do HT  é suficiente para se falar a uma distância razoável, o problema e a antena do HT (além de ganho de 0dB, tem o problema de estar dentro da VTR). Antes de comprar um base, vale a pena em instalar uma antena externa no HT e um mike externo também (para deixar a operação mais confortável). Para dar um exemplo, eu aciono a repetidora da minha cidade (40km) com uma antena móvel 5/8 de onda no meu HT. Lembre se da máxima do radioamador "a sua estação e tão boa quanto a sua antena". No mais, esse e o caminho."

Nenhum comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Reserve seu hotel

Booking
Zarpo

Seguros de viagem

World Nomads Seguros de Viagem
Mondial Seguros
Corretora Real Seguro de Viagens

Passeios no seu destino

Viator

Aluguel de carro

Trem na Europa