Campos do Jordão - Museu Felícia Leirner

Campos do Jordão é um local que possui várias opções turísticas, mas acredito que todos os turistas que vão à cidade não deixam de visitar o Museu Felícia Leirner.

Felícia Leirner foi uma escultora polonesa que veio para o Brasil com 23 anos e adotou-o como sua pátria. Começou a esculpir aos 44 anos e ganhou vários prêmios e suas obras foram incorporadas à vários museus de renome. A artista viveu em Campos do Jordão, onde produziu várias peças, que estão expostas no Museu que leva seu nome na cidade.

Museu Felícia Leirner, Campos do Jordão (SP). Julho/2015.

O Museu Felícia Leirner foi fundado em 1979 pelo Governo do Estado de São Paulo e reúne mais de 100 peças esculpidas em bronze, granito e cimento branco, todas doadas pela própria artista. As peças estão expostas ao ar livre, numa área com cerca de 350 mil metros quadrados.

Além do museu, a área abriga o Auditório Cláudio Santoro, onde várias apresentações do Festival de Inverno da cidade acontecem.

Estacionamento do Museu Felícia Leirner, Campos do Jordão (SP). Julho/2015.
Nós chegamos no Museu pouco depois das 10:30h, estacionamos tranquilamente, e fomos recebido por um dos rapazes que ficam no estacionamento. Ele fez uma explicação rápida sobre o museu e nos deu adesivos de lá.
Conhecendo um pouco mais sobre o Museu. Julho/2015.
O museu possui cinco áreas que reúnem as obras da artistas conforme a sua produção:

  1. Figurativa (1950 a 1958)
  2. A caminho da Abstração (1958 a 1961)
  3. Abstrata (1963 a 1965)
  4. Orgânica (1966 a 1970)
  5. Recortes na Paisagem (1980 a 1982)

Esculturas no Museu Felícia Leirner, Campos do Jordão (SP). Julho/2015.
Algumas dessas fases possui outras duas ou três subfaces. Segundo Frederico Morais (em placa informativa no museu), "pode-se dizer que, a rigor, Felícia nunca chegou a ser uma artista abstrata pura, porque persistem resquícios figurativos e mesmo autobiográficos em todos os momentos, assim como o relacionamento intenso com a natureza foi um dos motores de sua criação. A partir dos fim dos anos 1950, ela esteve quase sempre a caminho da abstração. Na fase que leva essa denominação, encontrava-se mais próxima do informalismo, da mesma maneira que, em seu momento abstrato, também se aproximou da arte construtiva, sem, contudo, buscar o radicalismo minimalista, por não casar com sua personalidade expansiva e instintiva. A última fase, a dos recortes na paisagem, manteve características orgânicas da anterior. Por outro lado, existem obras isoladas e extremamente significativas de sua obra que não se enquadram em nenhuma das fases apontadas, como Maternidade (1955-1957), Giselda (1958) e Minha mãe (1964), e séries inteiras, como a dos pássaros."
Esculturas no Museu Felícia Leirner, Campos do Jordão (SP). Julho/2015.

O que você vê? Museu Felícia Leirner, Campos do Jordão (SP). Julho/2015.
Pelo museu existem placas informativas explicando um pouco de cada peça e um pouco de cada fase da artista.
Placas informativas sobre as obras e o local. Museu Felícia Leirner, Campos do Jordão (SP). Julho/2015.

Em julho, eles tinham programação de artes para o período de férias, mas no nosso horário de visita não havia nada programado, então não participamos de nenhuma atividade.

Programação nas férias de julho. Museu Felícia Leirner, Campos do Jordão (SP). Julho/2015.

O local é acessível, e apenas alguns locais um cadeirante ou carrinho de bebê vai precisar contornar e deixar de fora da visita. Mas no geral, possui rampas para ver as obras de perto.

Peças podem ser apreciadas por todos. Museu Felícia Leirner, Campos do Jordão (SP). Julho/2015.

As meninas, principalmente a mais velha (5 anos) gostaram bastante da visita, e sempre perguntávamos o que ela via nas figuras. Foi um exercício interessante rs.

Uma casinha!! Museu Felícia Leirner, Campos do Jordão (SP). Julho/2015.

O museu é ao ar livre, então separe um período de um dia para visitá-lo e escolha um dia sem chuva.

Museu Felícia Leirner, Campos do Jordão (SP). Julho/2015.
Cruzes. Museu Felícia Leirner, Campos do Jordão (SP). Julho/2015.

Mais sobre maternidade? Museu Felícia Leirner,
Campos do Jordão (SP). Julho/2015.
Mãe e filha? Museu Felícia Leirner,
Campos do Jordão (SP). Julho/2015.






















Observe a vida enquanto visita também!! Museu Felícia Leirner, Campos do Jordão (SP). Julho/2015.
De alguns pontos do local, pode-se ver a cidade de Taubaté e a Pedra do Baú (ponto turístico da região).
Taubaté, vista do Museu Felícia Leirner, Campos do Jordão (SP). Julho/2015.

Pedra do Baú, vista do Museu Felícia Leirner, Campos do Jordão (SP). Julho/2015.

Super vale a visita ao museu, não deixe de ir!!

Fonte: camposdojordao.com.br,

Site Oficial: Museu Felícia Leirner
Entrada Gratuita
Endereço: Av. Doutor Luís Arrobas Martins, 1880, Alto da Boa Vista
Horário de Funcionamento: terça a domingo, das 9h às 18h.
Telefone: (12) 3662-2334

Nenhum comentário

Reserve seu hotel

Booking
Zarpo

Seguros de viagem

World Nomads Seguros de Viagem
Mondial Seguros
Corretora Real Seguro de Viagens

Passeios no seu destino

Viator

Aluguel de carro

Trem na Europa