Estrada Real - Caminho Velho - Caxambu a São Lourenço (MG)

Depois de percorremos o trajeto da Estrada Real entre Baependi e Caxambu, como já contei aqui, chegamos em Caxambu na hora do almoço, mas antes fomos direto buscar o nosso quinto carimbo. 

A Caminho de São Lourenço, saindo de Caxambu, pela Estrada Real. Fevereiro/2016.


Em Caxambu existem três pontos para você conseguir o carimbo:
  1. Parque das Águas, na Rua João Carlos, n.100.
  2. Hotel Caxambu, na Rua Major Penha, n.145. 
  3. Pousada Circuito das Águas,  Av. Gabriel Alves Fernandes, 801.
Caxambu faz parte do Circuito das Águas e possui 12 fontes de águas minerais gasosas e medicinais, cada uma com uma propriedade diferente, que podem ser visitadas no Parque das Águas da cidade.

Com nosso quinto carimbo!! Fevereiro/2016

Como volta e meia estamos na cidade, optamos em não visitar o parque desta vez e seguir direto para o almoço, já que estávamos famintos. Optamos por comer no restaurante Panela Mineira, que fica perto da entrada principal do Parque, na Rua Caetano Furquim s/n lt 19, na galeria "Espaço Claudio Gama Cruz". O restaurante estava lotado e com uma fila enorme para pegar a comida, já que é a kilo. A reposição foi bem demorada e eles estavam bem enrolados com tanta gente de uma vez só (carnaval e a cidade lota). A comida estava razoável. O local possui uma brinquedoteca para as crianças. O custo para dois adultos com bebidas foi de uns R$35.

Fachada do Panela Mineira. Fevereiro/2016.

Panela Mineira, em Caxambu. Fevereiro/2016.

De barriga cheia, optamos em seguir a Estrada Real até São Lourenço, pegar o nosso 6º carimbo e então voltar para Cambuquira. Planilha do trecho Caxambu-São Lourenço da Estrada Real na mão, rastro de GPS carregado em nosso wikiloc e pé na estrada com nossa TR4.

Primeiro marco deste trecho. Fevereiro/2016.
Gravando a trilha no wikiloc. Fevereiro/2016.

O caminho foi "fácil a moderado", pois é feito basicamente em estrada de terra e/ou barro, com muito cascalho e pedras expostas, com algumas subidas e descidas, passando pelas fazendas de gado da região, tanto que entre os marcos 1119 e 1121 tivemos que realmente usar o 4x4 para facilitar a direção. O trecho é todo marcado com umas setas (provavelmente de algum evento de offroad ou corrida) e uns mini-marcos, o que ajudou bastante.

Marco da Estrada Real e um do lado, não oficial, mas que facilitou bastante a navegação. Fevereiro/2016.
Praça de peregrinação de Nhá Chica fica na Estrada Real. Fevereiro/2016.
Uma das várias placas que fotografamos. Fevereiro/2016.
O caminho até uma "trifurcação" até que foi tranquilo de ir, com cuidado com a buraqueira. Nesse ponto, a Estrada Real segue à direita e seguimos conforme as indicações.

Estrada Real - Caxambu - São Lourenço
Uma pequena amostra da Estrada Real, no trecho Caxambu - São Lourenço, a uns 25 km/h. Fevereiro/2016.
Mas a mata foi fechando entre os marcos 1129 e 1130 e atoleiros foram surgindo e como estávamos sozinhos, no meio do nada, pois não havia viva alma no local, comecei a ficar preocupada. Pelo menos as meninas tinham ficado com a avó rs.

Marco "escondido" mostrando que se deve entrar á direita. Fevereiro/2016.

Num determinado ponto, havia uma subida com muitas pedras expostas, onde o pneu não pegou tração de maneira alguma e mesmo indo e vindo repetidas vezes, optamos em não seguir, pois havia risco de bater o fundo em uma delas. Demos "meia-volta" passando novamente pelo atoleiro e pela mata fechada (que arranhou a TR4 até no teto) e chegamos à trifurcação novamente.

Um dos trechos com lama do caminho. Fevereiro/2016.
Como estava usando o wikiloc, pelo mapa de satélite, consegui seguir os dois caminhos que se apresentavam para a gente pela imagem e assim optar por qual seguir. O do meio nos levaria até algumas casas, mas era sem saída; o caminho à esquerda era mais longo, mas saíria justamente depois do ponto que abortamos. Assim, seguimos pela esquerda, sempre virando à direita, conforme pode ser visto na trilha que carreguei na minha conta do wikiloc. A volta nos custou alguns quilômetros a mais, mas não deixou que pulássemos nenhum marco da Estrada sequer. Se você decidir seguir o nosso caminho e fazer o desvio, o trecho será de nível fácil de ser feito.

São Lourenço vista da Estrada Real. Fevereiro/2016.

Trecho da Estrada Real. Fevereiro/2016.
O tempo estava meio instável. Fevereiro/2016.
Depois desse contorno a Estrada seguiu tranquila e chegamos em São Lourenço, passando pela Maria Fumaça e chegando na Estação Ferroviária. O trecho de 27 km tornou-se pouco menos de 35km, e foi feito em 2:27h.

Estrada Real - Chegando em São Lourenço
Chegando em São Lourenço, junto c om a Maria Fumaça. Fevereiro/2016.
Chegando em São Lourenço, quem está com o passaporte da Estrada Real pode conseguir seu carimbo em dois lugares:
  1. Centro de Atrações Turísticas, no Calcadão Silvério Sanches.
  2. Parque das Águas, na Praça João Lage.
Carimbando o passaporte em São Lourenço. Fevereiro/2016.
Como já estava ficando tarde, optamos em apenas carimbar o passaporte no Parque das Águas e seguir de volta para casa.

Trecho carregado pelo usuário
Estrada Real 2009 no wikiloc
.
Trajeto da Estrada Real feito por nós
em fevereiro/2016.

Mais fotos de nossa aventura:



Das lições aprendidas com a Estrada Real até aqui:
  • Mata fechou = atoleiro em seguida = muita atenção!
  • As chuvas podem piorar o que as planilhas da "Estrada Real" sugerem ser tranquilo de seguir, assim siga com cautela e havendo obstáculos que você não se sente tranquilo em transpor, opte por dar meia volta e procurar outra alternativa. Melhor que ficar preso num lugar sem celular ou qualquer outro tipo de comunicação.
  • Levar sempre água e lanches.
  • Evitar utilizar o celular que está com o wikiloc gravando, pois numa dessas ele simplesmente perdeu o rastro e ficamos apenas dependendo da planinha impressa.
  • Imprima a planilha para facilitar a sua leitura e marcação.
  • Alguns marcos estão "sumidos", tombados, depredados, sem placa. Então siga com atenção, mas não esquente demais a cabeça caso não ache um determinado marco, siga em frente procurando o próximo, de olho no odômetro parcial. Caso não ache o próximo, volte pro último que você viu para ver se não errou o caminho rs.
  • Foi bom ter tanto a planilha quanto o rastro já previamente carregados. Facilitou bem a navegação.
  • Temos que comprar uma pá para tirar as pedras do caminho hahahahaha

Update (20/07/2016): Inclusão de mais um ponto de carimbo, conforme indicado na planilha do IER.

Nenhum comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Reserve seu hotel

Booking
Zarpo

Seguros de viagem

World Nomads Seguros de Viagem
Mondial Seguros
Corretora Real Seguro de Viagens

Passeios no seu destino

Viator

Aluguel de carro

Trem na Europa