Vasssouras (RJ) - Vassouras Eco Resort

A cidade de Vassouras está localizada no Vale do Paraíba, numa região conhecida como "Caminho Novo", e ainda guarda as lembranças dos tempos áureos do café do século XIX, quando naquela época era chamada de Cidade dos Barões, por isso a região também é conhecida como Vale do Café.

Para nossas férias desse ano, optamos por ficar em um hotel que tivesse boa estrutura, preço bom para podermos apenas relaxar, sem ter que ficar pegando carro para fazermos as coisas. Assim, nem conhecemos a região e ficamos apenas no Vassouras Eco Resort. A escolha por ele se deu pois fazemos parte do Clube de viagens Moms e a Miriam sempre planeja grupos para hoteis da região e naquele final de semana era para o Vassouras. Nossa estadia foi de sexta a segunda, em Julho/15, com pensão completa (café, almoço, lanche da tarde e jantar), mas com bebidas a parte.
Casarão do Vassouras Eco Resort. Lindo. Uma pena ser fechado para visitação. Julho/2015.

O Resort fica a 2:30h do Rio de Janeiro (~150km a partir do Galeão) e é acessível tanto pela Dutra (pegando a RJ-127, passando por Paracambi, Eng. Paulo de Frontin e Mendes), quanto pelo Arco Metropolitano (indo por dentro de Japeri e chegando na RJ-127 em Paracambi) e também pela Rio-Petrópolis (entrando na BR-393 em Três Rios, passando em Paraíba do Sul e Andrade Pinto). A estrada (Estrada Aliança) que liga a BR-393 com a Estrada Barão de Ipiabas (a do Resort) é de terra, preste atenção no seu GPS para não deixá-la passar. O melhor caminho vai depender do dia da sua viagem, pois a Dutra e a Rio-Petrópolis engarrafam bastante na sexta a tarde e em grandes feriados.

Estrada, Rodovia dos Metalúgicos
Estrada BR-393, olhando na direção de quem vai para Volta Redonda, com destaque para a Estrada que dá acesso para o Resort. Arte sobre Google Maps.
O hotel tem dois lagos, um com peixes (que são alimentados com ração, então não jogue pão como eu joguei rs) e outro com pedalinhos (gratuitos), academia (sobre o lago com pedalinhos), quadras de esportes (Tênis, Futebol, Vôlei), tirolesa de 1 km e uma menor "molhada", um centro de convenções, piscina grande, piscina aquecida com sauna, ducha turca e SPA (este pago a parte), parque infantil na areia, parede para escalada, arvorismo, arco e flecha.

Academia do hotel. Dezembro/2016.
No prédio principal possui dois andares: no primeiro andar ficam o Restaurante, a recepção, a cozinha da mamãe, o bar, umas lojinhas (com salão de beleza inclusive); no segundo andar ficam o salão de jogos (com pebolim, sinuca), um brinquedão coberto (ótimo para dias mais frios e chuvosos), jogos eletrônicos (cobrados a parte), um salão aberto com bar, boate, cinema e uma brinquedoteca para os menores. Uma pena é a dificuldade de acesso para o segundo andar, pois o elevador estava "em manutenção" (o papel já tinha até teia rs) e a única rampa existente te obriga a sair do prédio principal pela recepção, a ir até a piscina descoberta e voltar para o prédio principal pela ponte pênsil. 

Vassouras Eco Resort, Vassouras, Vale do Café, Rio de Janeiro,
Recepção do Vassouras Eco Resort. Esse leão é lindo! Julho/2015.
Os quartos ficam em dois prédios separados do prédio principal pelos lagos, divididos em duas alas, e cada ala com dois andares.

Ala B dos Prédios de apartamentos. Julho/2015.

Uns 500m da sede fica a Fazendinha, com alguns animais para as crianças interagirem.

Hora de conhecer a fazendinha. Julho/2015.
 Uns 4km fica a cachoeira do Resort, que você pode ir andando ou usando uma "jardineira" (caminhão que transporta passageiros), mas que tem horários pré-definidos.

cachoeira
Cachoeira do Resort. Julho/2015.
 O mapa abaixo vai te ajudar a se localizar melhor.


mapa, google maps
Mapa do Vassouras Eco Resort. Sobre Google Maps.

Como moramos na Baixada e era uma sexta, o Waze deu a dica de subirmos para a irmos pelo Arco Metropolitano e assim fugirmos do engarrafamento tradicional da Dutra na altura de Nova Iguaçu. Foi perfeito. A estrada é vazia, plana, sem pedágio, mas sem postos de combustível (nem banheiros!). Mas o waze me indicou entrar em Japeri e eu perdi a entrada, como não tem retorno (pelo menos ele demorou para atualizar a rota), caímos na Dutra, pagamos o pedágio e subimos via Paracambi. Acabou que levamos umas 3h para chegar pois Mendes estava com umas obras no caminho. (Na nossa segunda visita, em Dezembro/2015, fomos pelo Arco Metropolitano, saindo por Japeri, a estrada é cheia de curvas e passar dos dentro de várias cidades atrasa um bocado a viagem, e pegamos engarrafamento no mesmo lugar em Mendes. Na volta, optamos por vir pela Rodovia dos Metalúrgicos até Três Rios e descer pela Rio-Juiz de Fora, aumentando em 20km a viagem e em uns R$30 reais de pedágio, mas a viagem é bem mais tranquila, pegando apenas duas rápidas rodovias).

Chegamos no Vassouras e fomos bem recebidos pelas recepcionistas, fizemos o check-in e fomos até os prédios com o carro, descemos as malas e o carregador subiu as escadas, pois estávamos no segundo andar e eles não tem nem rampa e nem elevador...

A recepção e seu belo mosaico. Dezembro/2015

Em Julho, ficamos no quarto 253, sem sinal de wi-fi, de bom tamanho com cama king e de solteiro, com TV a cabo, cofre, varanda, ar condicionado. Como estávamos com criança pequena, eles colocaram um berço camping, mas que não foi usado pois quando viajamos preferimos colocar a Laura para dormir conosco. Uma pena que o quarto que peguei tinha visão para o muro de arrimo... os de frente para o lago, tem boa visão, mas pelo que vi rapidamente (espiei quarto dos outros, que feio!) me pareceram menores que os de "fundos".

Em Dezembro, ficamos no quarto 105, com ótimo sinal de wi-fi e dois quartos separados, com um banheiro de uso comum entre eles. O quarto de "entrada" tinha cofre, 3 camas de solteiro, armário, TV, ar condicionado, frigobar; o outro quarto tinha uma cama de casa tamanho Queen, TV, ar condicionado, armário e acesso a uma pequena varanda com vista para o Lago; o banheiro era de bom tamanho com armário e ducha (que tinha pouca força de queda d'água). Como a Laura ainda não dorme em cama alta, colocamos o colchão dela no nosso quarto e Jade dormiu com minha mãe no outro quarto, mas achamos uma lacraia no subindo o colchão pouco antes de colocá-la para dormir, devido a proximidade com a porta da varanda e assim do jardim. Depois disso colocamos sempre um lençol ali evitando a entrada de insetos.

Corredores das Alas dos Apartamentos. Alguns quartos do segundo andar dão de cara para o muro de arrimo. Dezembro/2015.

O jantar era servido por volta das 19:30, com as crianças junto. A comida é boa, farta, mas em três jantares a achei repetitiva.  A recreação das crianças (maiores de 4 anos ficam com os recreadores, mas os menores apenas acompanhados) recomeça por volta das 20:30, e assim a gente conseguia comer com mais calma, apesar da Laura estar na fase espoleta dos 2 anos.

Fui na Copa da mamãe pra pegar água e percebi que não possuem filtro... Existe um trem branco na torneira, mas acho que é uma espécie de aquecedor, pois tinha fio elétrico. Não gostei de ter um trocador ali, assim crianças eram trocadas no mesmo ambiente que crianças que estavam jantando... Acho que este tipo de ambiente deve ser separado, mesmo que por divisórias, e o lixo constantemente trocado já que nem todas as mães tem "bom-senso". A pia é muito grande, e acumulou resto de comida que alguma mãe deixou ali, deixando cheiro esquisito... (Na nossa segunda visita, em dezembro/2015, não houve mudanças na Copa da mamãe e o trocador continuava ali).

Copa da Mamãe, com trocador no mesmo ambiente... =(.  Dezembro/2015.

Subimos para tentar brincar com o Bingo, mas Laura estava impaciente, fomos ficar um pouco com ela na brinquedoteca, enquanto a Jade ficou com a recreação, que estava no cinema vendo filme.

Entrada da Boate e do Cinema. Dezembro/2015.

Bingo! Dezembro/2015.

O cinema estava com cheio estranho, tipo mofo, mas que fui informada que eles tiveram problemas com a caixa d'água que fica logo em cima, tendo vazado tudo e estragado não apenas todo carpete do cinema, mas também a sala dos recreadores. Eles estariam providenciando novos carpetes e estavam apenas aguardando a entrega e instalação. Fora isso, o espaço é muito bom. (Na nossa segunda visita, em Dezembro/2015, o cinema já estava reformado e sem cheiro algum! =D)

Cinema do Vassouras Eco Resort. Dezembro/2015.

 Ao lado estava tendo a boate, que a Laura gostou de dançar hahahaha. Fomos dormir exaustos.

Boate, primeiro a matinê para as crianças. Dezembro/2015.

No sábado tomamos café e fomos até a fazendinha com a recreação. Foi muvucado pois tinha muita gente. Na verdade eu queria ter ido lá no domingo, sem a multidão, mas os recreadores disseram que a comida só é dada pelos hóspedes no sábado... Então fomos com a galera mesmo... As crianças dão comida para os animais e podem tocá-los. Em Dezembro/2015, a área estava toda cimentada, mas ainda com alguns degraus, o que facilita um pouco para cadeirantes e carrinhos de bebê.

Galera para ir para a Fazendinha. Julho/2015.

Interação com os animais: hora do rango!! Dezembro/2015.

Ficamos um pouco no brinquedão do segundo andar. Almoçamos e tentamos ir na piscina, que estava super gelada por causa da época. Optamos em ir para a piscina nem tão aquecida e ficamos por ali. As toalhas de piscina são entregues ali, perto da piscina aquecida. Voltamos para o quarto e tomamos banho. Nos arrumamos para a Festa Julina, mas antes de irmos demos jantar para as crianças.

A Festa Julina acontece numa área em frente a entrada do Resort, em tendas montadas para o evento. O Clube Moms e o hotel cederam alguns vales para as brincadeiras e era possível comprar mais vales. Tinha comes e bebes típicos: canjica, quentão, batida, pipoca, cachorro-quente, doces, etc. Teve casamento encenado, fogueira, igrejinha e brincadeiras com as crianças. Prepare-se porque vão chegar no quarto imundos, pois o chão é de terra batida e levanta aquele poeirão, bem típico de festa julina =D. Foi divertido.

Arraiá Toco Cru Pegando Fogo. Foi divertido!! Julho/2015.

No domingo fomos para a cachoeira de jardineira. Achei o tempo curto para o local. A cachoeira é linda, mas confesso que detesto água gelada e nem tentei entrar. Jade fez aquele escândalo (será que puxou a mãe quando era criança? kkkkkkkk) e colocou o pé na água, mas ficou com medo de escorregar rs. Voltamos para a sede e fomos dar comida para os patos e conhecer a estrutura do hotel. Almoçamos e como o grupo iria embora depois do almoço, me despedi da família de meu primo e fomos descansar.

Prédio que fica na cachoeira. A promessa é de fazerem eventos ali no futuro. Isso vai ser show de bola se acontecer mesmo. Julho/2015.

Quando nos levantamos mais tarde, fomos dar mais uma volta no hotel, e cruzamos com o dono, um senhor português muito atencioso, que falou que deixou um dos recreadores por conta da Jade e não estavam nos achando. Falei que não tinha problemas, e fomos para o parque infantil que fica perto do estacionamento. O recreador Junior foi lá e nos ajudou com as meninas, super atencioso e adorei esta dedicação do hotel, pois ele ficou disponível apenas para nós, pois estávamos só no hotel inteiro e apenas a noite chegariam mais 4 ou 5 quartos. Jantamos e fomos para a brinquedoteca com as crianças. Demos uma volta pela piscina (já que a rampa de acesso ao segundo andar é só por ali) e ficamos encantados com o céu... Na próxima vez vou levar um tripé para tirar fotos do céu!!!

Mosaico contando a história da região na escada do prédio principal. Dezembro/2015.

Na segunda, tomamos café e o recreador Junior estava lá novamente. Ele veio buscar a Jade na mesa para dar comida para os peixinhos e brincar um pouco. Enquanto isso, nós fomos dar uma volta com a Laura pelo lago, no xadrez gigante e no brinquedão. As crianças foram pro pedalinho e Cleber foi acompanhar a Jade. Entramos mais um pouco na piscina aquecida com as meninas, tomamos banho para almoçar e depois colocar o pé na estrada rumo a Penedo.

Lago dos peixes. Dezembro/2015.

Pontos de destaque:
- Os pães e bolos são feitos na própria propriedade, por isso são sempre fresquinhos e maravilhosos.
- Recreação das crianças, os monitores são super atenciosos, com destaque para o Junior que nos acompanhou no domingo, mesmo sem ter outras crianças naquele horário.
- O resort faz tratamento de seu esgoto e reusa até 98% da água.
- A Cachoeira é linda e deveria ser melhor explorada pelo e para os hóspedes.
- Os quartos são bem conservados, roupa de cama boa, assim como a de banho.
- O casarão original da fazenda ainda está de pé e é lindo, mas infelizmente é fechado para visitação. Morri de vontade de conhecer!!! (Estão com projeto de abrir para visitação para 2016, mas vamos ver se sai do papel!)
- Atendimento dos funcionários.

Horta do Vassouras Eco Resort. As crianças vão lá conhecer e pegar folhas para dar de comer para os animais da fazendinha. Dezembro/2015.


Pontos que precisam de melhoria:
- Acessibilidade para o segundo andar para os dois prédios com os quartos dos hóspedes, pois não há rampas e nem elevador e como muitas famílias vão com crianças que usam carrinho de bebê, ficar subindo e descendo o carrinho no muque é punk! (Em nossa segunda visita, em Dezembro/2015, o elevador estava quebrado novamente, e continuávamos sendo obrigados a carregar o carrinho no muque ou a dar a volta pela ponte da piscina).
- Falta de filtros de água pela propriedade, principalmente na Copa de bebê. Eu resolvi levando água mineral de casa (coisa que sempre faço em viagens, sai bem mais em conta, pois detesto pagar água na rua, acho que é algo que deveria ser gratuito!). Um dos recreadores me contou que a água é potável, pois vem de nascente e eles tratavam, mas como não tem aviso disso nos quarto e em nenhum local, não quis arriscar...
- Trocador na Copa de bebê: são coisas incompatíveis!
- Rede wi-fi nos quartos é inexistente, para ver internet apenas no salão perto do restaurante e na recepção, mas mesmo assim não é aquela coisa (entendo pois é uma cidade do interior e provavelmente não dispõem de boas empresas de acesso). (Na nossa segunda visita, o sinal do wi-fi estava bem melhor!).
- Temperatura da piscina aquecida poderia ser um pouco mais quente... (#achata) rs
- A recreação não faz identificação das crianças, assim fiquei um pouco apreensiva da Jade desgarrar e eles não perceberem #medodemãe
- Acessibilidade para o segundo andar do prédio principal (elevador quebrado e rampa de acesso apenas a partir da piscina). (Em dezembro continuava quebrado...)

Ponte que dá acesso ao segundo andar do prédio principal a partir da piscina. Dezembro/2015.


Quer ver todas as fotos da nossa estadia, com o interior do quarto, as piscinas, restaurante e interior do prédio principal (sem aquela "photoshopada" de site oficial? Veja em meu álbum no Flickr as fotos que tirei durante a nossa estadia:

 


Quer ver o vídeo com algumas cenas de nossa estadia? Só dar o play no youtube =D


Gostamos da experiência de ficar um final de semana em um Resort como o Vassouras. Apesar dos pontos que merecem atenção, eles foram sempre atenciosos e preocupados com nosso bem-estar.

Para ver nosso roteiro dessas férias, acesse o post aqui.

Site oficial do Resort: Vassouras Eco Resort

Leia mais em: Férias Brasil,

Post atualizado em 06/01/2016, com algumas observações sobre a nossa segunda visita, no Natal de 2015.

Comparação entre as duas estadias no mesmo ano, a primeira para a festa julina em Julho e a segunda para a festa de Natal em Dezembro/2015:

  1. O padrão da comida é o mesmo em ambas as épocas, mas qualquer lugar com mais de 3 dias comendo o mesmo tempero fica "sem graça";
  2. O elevador estava quebrado nas duas ocasiões, ou é muito azar nosso, ou o negócio nunca está funcionando mesmo;
  3. O calor de dezembro deu um gás a mais na piscina, atraindo mais os hóspedes para ela e tirando-os das demais atividades, como pedalinho, futebol, principalmente nos horários mais quentes;
  4. A recreação pecou um pouco vendendo ingressos de jardineira a mais além da capacidade, deixando um menino sozinho a piscina sem conferir o número das crianças (já que eles não colocam pulseirinha), mas também observo que a equipe foi a mesma todos os dias das 8 às 23h, não tem que aguente esse pique com 100% de energia e atenção).

Update (14/07/2016): Vi algumas mães em grupos de facebook reclamando do ralo da piscina, que pode sugar a criança, afogando-a. Por favor, fiquem atentos quanto a esta questão.

Nenhum comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Reserve seu hotel

Booking
Zarpo

Seguros de viagem

World Nomads Seguros de Viagem
Mondial Seguros
Corretora Real Seguro de Viagens

Aluguel de carro

Trem na Europa