Tudo sobre nossa visita ao Monte Rigi

Depois de termos encarado o Monte Titlis no dia anterior e o Monte Pilatus numa manhã, fomos desbravar o Monte Rigi na última tarde em Lucerna. Sim, as doidas aqui encaram subir o Pilatus e o Rigi no mesmo dia. Foi cansativo, mas super valeu. Claro, que recomendo uma ida com mais calma, mas quem tiver com pressa pode arriscar e encarar os dois de boa como nós fizemos.

Monte Rigi, Suíça
Monte Rigi, visto do Lago Lucerna. Agosto/2017

Depois de uma manhã no Pilatus, nós chegamos na estação de trem de Lucerna às 13h15 e fomos andando tranquilamente até a estação de barco logo em frente, de onde parte o barco para Weggis, um dos caminhos para subir o Monte Rigi.

 Lucerna, Suíça
Saindo da estação de trem de Lucerna. O Museu KKL Luzern fica pertinho dali. Agosto/2017
 Lucerna, Suíça
Portal da cidade de Lucerna. Agosto/2017
Também chamada de "Rainha das Montanhas", o Monte Rigi separa os Cantões de Lucerna e Schywz. A região ainda abriga a estrada de ferro em montanhas mais antiga da Europa:  Rigi Bahnen. Para alcançar o seu topo, existem três maneiras, a partir de Lucerna :

  1. ir de trem até Arth-Goldau e pegar o trem de cremalheira até o topo do Rigi;
  2. ir de barco até Vitznau e pegar o trem de cremalheira até o topo da montanha;
  3. ir de barco até Weggis, pegar um bondinho até Rigi Kaltbad e então pegar o trem de cremalheira até  topo do Rigi.

Vai dormir onde? Já conferiu a seleção do Booking?

Segundo a Juliana do Eu Ando Pelo Mundo, ainda pode combinar os caminhos, o que torna o passeio mais interessante:
  • Majestic Trip: Subindo por Arth-Goldau e voltando por Vitznau. 
  • Classic Trip: Subindo por Vitznau e descendo por Weggis. 

Como estávamos otimizando nossa visita, optamos em pegar o barco até Weggis e de lá subir de bondinho até a estação Rigi Kaltbad, e lá pegar o trem de cremalheira até o cume do Monte Rigi e fazer o mesmo trajeto para a volta. Chamemos de RunForestRun Trip hehehehe

Estação de barco Luzern-Bahnhofquai, Lago Lucerna, Suíça
Deixando a estação dos barcos de Lucerna: Luzern-Bahnhofquai. Agosto/2017

Assim, seguimos para a estação de barco e constatamos que havíamos perdido o barco por uns 10 minutos, então sentamos por ali mesmo e aproveitamos para comer nosso sanduba comprado no Monte Pilatus ali mesmo. Nosso barco chegou e embarcamos. Ficamos meio perdidas nele, pois trens e barcos na Suíça possuem primeira e segunda classe, e claro, estávamos na classe mais barata! Nos trens é mais "claro" identificar, já que vem escrito bem grande primeira e segunda classe nos vagões. Mas no barco é mais discreto. E eu crente que iria ficar no segundo andar do barco, mas ele é apenas para a primeira classe e tivemos que nos contentar com a parte interior do barco, já que o lado de fora já estava todo tomado e apenas restava o lado do sol, que estava quente pacas.

Barco de Lucerna a Weggis, Lago Lucerna, Suíça
Um dos barcos que percorrem o Lago Lucerna. Agosto/2017
Barco de Lucerna a Weggis, Lago Lucerna, Suíça
Escadas para a riqueza, ops, primeira classe do barco. Agosto/2017
Barco de Lucerna a Weggis, Lago Lucerna, Suíça
Restaurante da Primeira Classe do barco. Agosto/2017
Barco de Lucerna a Weggis, Lago Lucerna, Suíça
A segunda classe do barco que liga Lucerna a Weggis. Agosto/2017
Lago Lucerna, Suíça, Monte Pilatus
Rumo a Weggis pelo Lago Lucerna, com o Monte Pilatus ao fundo. Agosto/2017

Chegamos na estação de Weggis às 14h55 e já chegamos perdidas. A estação que sobe não fica pertinho como no Pilatus e não há tantas placas assim indicando o caminho. Tivemos que apelar para o Google Maps e era só subida e subida e subida. Quando finalmente achamos a estação, já estávamos cansadas de tanto andar. Levamos 12 minutos andando muito rápido para chegar na estação de Weggis a partir do barco (segundo Google Maps - 850m).

Weggis, Suíça
O povo casa na rua!!! Agosto/2017
Weggis, Suíça
Uma placa! Finalmente!! Agosto/2017

 
Vai alugar carro? Faça sua reserva com a RentCars!

Gôndola Weggis a Rigi Kaltbad, Monte Rigi, Suíça
Estação dos bondinhos de Weggis, rumo ao Monte Rigi. Agosto/2017

O bondinho é maior que nas demais montanhas, tipo Pão de Açúcar, e vai relativamente cheio, também era um sábado a tarde... A medida que sobe a vista sobre o Lago Lucerna vai ganhando nossa atenção. É realmente muito bonito. Vale dizer que este bondinho é o que mais balançou de todos que nós pegamos (nem Titlis nem Pilatus balançavam tanto assim!).

Gôndola Weggis a Rigi Kaltbad, Monte Rigi, Suíça
Subindo rumo a estação Rigi Kaltbad. Agosto/2017
Lago Lucerna, Monte Rigi, Suíça
Lago Lucerna, vista dos bondinhos que ligam Weggis a Rigi Kaltbad. Agosto/2017

Quando se chega finalmente na estação Rigi Kaltbad você estará num terraço e tem que andar mais uns 200m para chegar na estação Rigi Kaltbad-First que é onde o trem de cremalheira pára. Nosso trem chegou às 15h35 e levamos uns 12 minutos para chegar na estação Rigi Kulm, o ponto final!

Não deixe de ler também sobre o Monte Pilatus e o Monte Titlis em nosso blog.

Estação de Trem, Monte Rigi, Suíça
Saindo da estação Rigi Kaltbad rumo a estação Rigi Kaltbad-First. Agosto/2017
Estação de Trem, Monte Rigi, Suíça
Estação Rigi Kaltbad-First, esperando o trem que vem de Vitznau rumo ao cume do Monte Rigi. Agosto/2017
Trem, Monte Rigi, Suíça
Trem de Weggis rumo a Rigi Kulm. Agosto/2017
Trem, Monte Rigi, Suíça
Os trens de cremalheira que chegam no cume do Monte Rigi. O Vermelho vem de Vitznau e o Azul de Arth-Goldau. Agosto/2017

Lá no alto aproveitamos para dar uma volta na montanha. Ela é mais plana que as demais que visitamos e oferece uma panorâmica de toda Suíça Central. Para chegar ao cume, tem o caminho dos jovens e dos "mais velhos". Como estávamos exaustas, fomos pela dos mais velhos mesmo kkkkkkkkkk

Lago Zugersee, Monte Rigi, Suíça
Lago Zugersee, visto do Monte Rigi. Agosto/2017
Monte Rigi, Suíça
Monte Rigi, olhando para o Monte Titlis, encoberto pelas nuvens. Agosto/2017
Monte Rigi, Suíça
Escultura em madeira das vacas que populam a Suíça. Elas carregam os sinos que tocam por todo lugar onde elas passam. Agosto/2017

Esse foi o único cume que eu efetivamente coloquei a mão no ponto mais alto!! rs

Cume do Monte Rigi, Suíça
O cume do Monte Rigi ao alcance da mão!! Agosto/2017

E existe uma pequena curiosidade aqui: um pedaço do Monte Emei está colocado no cume. Esse Monte Emei é uma "Montanha-irmã" do Monte Rigi, estando os dois na mesma cota. Assim, China e Suíça trocaram pedaços das rochas das montanhas para simbolizar amizade. Ainda não fui à China, mas posso dizer que já conheço um pedaço hahahaha

Pedaço do Monte Emei no Monte Rigi
Pedaço do Monte Emei, da China, no Monte Rigi, na Suíça. Agosto/2017

Nós ficamos no alto aproveitando o visual. Assistir ao por-do-sol ali ou observar as estrelas deve ser lindo demais! Tem temporadas que isso é possível. Mas nem tentamos, pois já estávamos com 10% de nossas baterias físicas.

Resolvemos então descer até o Restaurante do Rigi-Kulm Hotel para comer uma sobremesa enquanto esperávamos o trem de volta a Kaltbad-First. Estava uma delícia.

Sobremesa, Rigi-Kulm Hotel
Brownie no restaurante do Rigi-Kulm Hotel. Agosto/2017

Quando o trenzinho chegou, logo embarcamos pois a estação estava relativamente cheia. Tínhamos a opção de descer até Vitznau para pegar o barco até Lucerna, mas optamos em seguir pelo bondinho de Weggis mesmo, pois já conhecíamos o caminho e como estava anoitecendo, ficamos com medo de ficarmos "presa" na cidade.

A volta pelo Lago Lucerna foi linda. Sentamos no lado de fora do barco e pudemos apreciar o sol no horizonte com o Monte Pilatus. Encantador.

Lago Lucerna, Suíça, Monte Pilatus
Retornando para Lucerna, com o Monte Pilatus ao fundo e o por-do-sol no Lago Lucerna. Tem coisa mais linda? Agosto/2017

Nosso dia terminou na estação de barco de Lucerna às 19h45, de onde partimos para jantar no centro  histórico da cidade, mas isso é assunto para os próximos posts.

Vai pro exterior? Não se esqueça do Seguro de viagem

Quem tem pique, pode subir até o cume pelas várias trilhas na montanha, mas para essa viagem, não foi uma opção para a gente não rs. E além disso, vale dizer que existem vários hoteis na montanha, que devem proporcionar dias e noites maravilhosos, como o Rigi Kaltbad Swiss Quality Hotel, o Hotel Restaurant Alpina, o Hotel Bergsonne, o Hotel Rigi Klösterli e o Kräuterhotel Edelweiss. Para quem busca relaxamento, veja o Mineralbad & SPA Rigi Kaltbad.

Informações:

Preços dos passeios (verão europeu / 2017):
  1. Rigi Bahnen - trem de cremalheira, que parte tanto de Vitznau, quanto de Goldau, para alcançar o cume do Monte Rigi.Funciona de Segunda a Quinta, das 06h45 às 19h10; Sextas das 06h45 às 23h20; Sábado das 08h10 às 23h20; Domingo das 08h10 às 19h10. Estacionamento: CHF 5 (até 4 horas); CHF 8 (entre 4 e 24 horas).
    1. Time for fun when the workday is done: 40% de desconto para subida a partir das 16h, de Segunda a Sexta, válido de Maior a Novembro de 2017. CHF 43,20 (adulto).
    2. Weggis / Vitznau / Goldau - Rigi Staffel (uma estação antes do cume). O bilhete dá direito a usar o trem a partir de Viztnau ou Goldau ou a gôndola de Weggis até a estação Staffel. CHF 64 (adulto).
    3. Rigi Hiking: combina caminhada com a viagem de trem ou de Gôndola. CHF 62,50 (adulto).
    4. Weggis / Vitznau - Rigi Staffelhöhe: (duas estações antes do cume, pela linha até Vitznau). O bilhete dá direito a usar o trem a partir de Viztnau ou a gôndola de Weggis até a estação Staffelhöhe. CHF 58 (adulto).
    5. Weggis / Vitznau - Rigi Kaltbad: (três estações antes do cume, pela linha até Vitznau). O tíquete dá direito apenas a gôndola ou ao trem até a estação Kaltbad. CHF 53 (adulto).
    6. Goldau - Wölfertschen: (duas estações antes do cume, pela linha até Goldau). O tíquete dá direito ao trem até a estação Wölfertschen. CHF 58 (adulto).
    7. Goldau - Rigi Klösterli: (três estações antes do cume, pela linha até Goldau). O tíquete dá direito ao trem até a estação Klösterli. CHF 53 (adulto).
  2. Weggis - Rigi Kaltbad: passeio de gôndola, saindo da Estação Weggis, com duração de 10 minutos. Na Estação de Kaltbad existe o Mineral Baths & Spa, hoteis e pousadas e uma pequena vila, e dali parte uma série de trilhas a pé pela região.
    Funciona de Segunda a Quinta, das 06h45 às 19h10; Sextas das 06h45 às 23h20; Sábado das 08h10 às 23h20; Domingo das 08h10 às 19h10.
    Preço:
    Um trecho: CHF 31 (Adulto) / CHF 7,80 (crianças);
    Retorno: CHF 50 (Adulto) / CHF 12,60 (crianças);
    Dayticket RIGI BAHNEN AG: CHF 68 (Adulto) / CHF 17 (crianças).

 
Vai de trem pela Europa? Confira os preços da sua passagem aqui!

Existem outros passeios de gôndola na montanha, que não levam ao cume, mas devem ter um visual e tanto também:
  1. Küssnacht - Seebodenalp: a gôndola sai de  Küssnacht am Rigi (13km de Lucerna), e sobe até Seebodenalp (1.020 m), a Noroeste do Monte Rigi, com visual para a cidade e um trecho do Lago Lucerna e para o próprio Monte Rigi. Dali pode-se subir por trilha até a Estação Rigi Staffel para pegar o trem até o cume da montanha. Funciona todos os dias a partir das 8h às 18h30, podendo ficar aberta até mais tarde dependendo da época do ano.
    Preço:
    Adulto: CHF 13 (um trecho); CHF 22 (retorno);
    Criança: CHF 6,50 (um trecho); CHF 11 (retorno).
    Estacionamento em Küssnacht: CHF 1 / hora
  2. Vitznau - Wissifluh: chegando a 950m. Ali existe o Wissifluh Hotel com vista para o Lago Lucerna e a Península Bürgenstock. O restaurante tem espaço para 50 pessoas.
  3. Vitznau - Hinterbergen: alcançando 1.100m do lado Sul do Monte Rigi, ideal para caminhadas. Funciona todos os dias, das 7h às 23h59. Preço: CHF 8 (um trecho) ou CHF 16 (com retorno).
  4. Kräbel - Rigi Scheidegg: sai da segunda estação do trem que parte de Goldau. Dali a gôndola sobe até a estação Rigi Scheidegg (a 1.656m), a Sudeste do Monte Rigi. Até final de 2017 a gôndola está fechada, pois estão substituindo a estrutura.
  5. Obergschwend - Rigi Burggeist: saindo de Obergschwend, a 5km de Gersau, a gôndola sobre até o Rigi Burggeist, a 1.551m, oferecendo um visual desta cidade e do lago Lucerna. Funciona de Quarta a Segunda, das 8h às 20h. Preço a partir de CHF 20 (um trecho / adulto). Portadores do Swiss Pass tem 50% de desconto.
  6. Brunnen - Urmiberg: a gôndola sai de Brunnen (37 km de Lucerna), chegando a Urmiberg, a 1.135m de altitude, a sudeste do Monte Rigi, de onde pode-se observar o Lago Urnersee.

Todos os passeios são gratuitos para portadores do Tell PassSwiss Pass (GA travel card) ou do Swiss Travel Pass. O Swiss Pass (Half-fare travel card), Eurail Pass e Interrail oferecem 50% de desconto. Hóspedes dos hotéis no Mt. Rigi pagam 50%. Também há desconto de 20% com o cartão de visitante da região do Lago de Lucerna.

Crianças entre 6 e 16 anos: cartões de viagem SBB Junior / Grandchild são válidos (viagem gratuita com seu próprio filho/neto). Gratuito para menores de 6 anos. Crianças até 16 anos viajam de graça em Julho e Agosto, desde que estejam acompanhadas de um adulto pagante.

Tudo sobre nossa visita ao Monte Rigi
Tudo sobre nossa visita ao Monte Rigi

Site Oficial: https://www.rigi.ch

Leia também: Viagens de Mãe

Nenhum comentário

Reserve seu hotel

Booking
Zarpo

Seguros de viagem

World Nomads Seguros de Viagem
Allianz Mondial Seguros
Banner 2 Use EAIFERIAS5 para ter 5% de desconto no Seguros Promo

Aluguel de carro

Ingressos para as principais atrações de Orlando

Trem na Europa

O melhor lugar para sua viagem de trem