Porque não vale a pena vir ao Rio de Janeiro atualmente

Sim, você não leu o título errado. Hoje o post é de desabafo, e com enorme tristeza e constatação de que a cidade maravilhosa já deu o que tinha que dar. Viver no Rio de Janeiro hoje é viver em constante tensão e é impossível dizer para um turista: "vem e relaxa, nada vai te acontecer". Não dá pra dizer nada disso e por isso o post de hoje pode causar um certo desconforto, ainda mais escrito em um blog de viagem. Mas como meu compromisso é relatar minha experiência de viagem, não posso deixar de alertar aqueles que vem para o Rio de Janeiro como destino de férias.

Nem o Cristo Redentor consegue amenizar a situação do Rio de Janeiro.
Fonte da imagem: A bagagem do navegante

Como devem saber, pois foi amplamente divulgado nas redes sociais que uso para divulgar o blog, nossa TR4 Deadpool foi levada da maneira mais covarde, por assaltantes armados num momento de desatenção na rua. Para nossa "felicidade", foram-se apenas os bens materiais, não sofremos nada fisicamente, mas não posso dizer que nosso psicológico não foi abalado. Isso deixou uma marca profunda e latente.

Impossível andar numa região metropolitana onde você não pode sequer relaxar e ficar despreocupado com seu celular na rua; dirigir e parar num semáforo (sinal de trânsito ou farol para os turistas) e não ficar arrepiada dos pés à cabeça cada vez que chega alguém de moto ou mesmo vendendo balas para sustentar a família; viver sem se preocupar com seus familiares na rua, deitar sem escutar tiros e mais tiros, seja na favela ou no asfalto; não dá mais pra dizer pro turista confiar nos aplicativos de gps e este o direcionar para favelas e vê-lo estampando capas de jornal no dia seguinte. 

A polícia, coitada, desaparelhada pelo Estado falido. Já não é de hoje a que situação fluminense é decadente. Fomos literalmente assaltados pela politicagem que só vê seu bolso e ignora a população que clama por paz e não a tem. Ok, tem corruptos na polícia, mas tem muita gente boa lá que coloca a cara a tapa (não só a cara como a vida!) por causa de 1 ou dois salários mínimos para sustentar aqueles que eles amam.

Abrir os jornais fluminenses é constatar que cada vez mais os índices de violência aumentam e não tem previsão de freio. Estamos todos cercados, tentando criar bolhas de segurança, nos escondendo cada vez mais, enquanto "eles" correm livres e soltos tocando o terror na cidade. Há um toque de recolher não divulgado. Há uma guerra civil não declarada, basta comparar os números de assassinados e mortes daqui com qualquer outro local violento do mundo. Não é normal apenas numa operação policial serem encontrados mais de 30 fuzis!

Um Estado que não cuida de suas crianças, com educação, com saúde, gera uma população revoltada, pois eles almejam ter e não podem, e a maneira mais fácil é roubar. Tem quem lute, que trabalhe de sol a sol, mas cada vez mais jovens querem o agora, e labutar para ganhar demanda tempo, que muitas vezes não querem esperar. Apenas querem ter.

Cada vez mais "quem pode" se muda para condomínios cada vez mais protegidos, com muros cada vez mais altos e câmeras de último tipo, com mercados, farmácias e escolas dentro dessa bolha que criam. Assim, os demais, "que não podem e são tão de bem quanto" ficam expostos a todo tipo de violência e só lhes resta rezar para seus deuses e santos para que nada de mau lhes aconteça.

Muito triste o que está acontecendo com o Nosso Rio de Janeiro... Sinto muito por ter que registrar isso aqui. Sinto muito por demolir seus planos de viagem... Mas se você tiver outro lugar para ir, vá. Não que lá seja mais seguro que aqui, mas com certeza não é tão violento quanto. 

Mas daí você pergunta: "então se muda!" Como? Vou largar tudo que construir porque eles estão no asfalto? Saio eu e deixo amigos e familiares aqui? Não dá! Não é pra ser assim. Isso tem que mudar, só não consigo ver quando... Acredite, se pudesse eu fugia daqui. Eu e 56% dos moradores do Rio, tenha certeza!

O Rio de Janeiro não é para principiantes e confesso estar esgotada de jogar esse jogo.


2 comentários

  1. Ótimo post, Camila! Um desabafo que estampa bem no que está virado o Rio, infelizmente. Parabéns pela coragem de falar. Ninguém quer denegrir ou maldizer o Rio, mas a situação é essa, é verdadeira. Tenho muitos amigos dai, que sentem o mesmo que tu. E eles também não saem dai, por que é um absurdo o cidadão de bem ter que abrir mão da vida que construiu em função de bandidos, tanto os do asfalto, quanto os engomadinhos que ostentam um cargo político. Um beijo, fica com Deus.
    Márcia

    ResponderExcluir
  2. Cadê a União? Entregaram o Rio para a destruição e vergonha mundial.

    ResponderExcluir

Reserve seu hotel

Booking
Zarpo
Zarpo

Seguros de viagem

Aluguel de carro

Ingressos para as principais atrações de Orlando

Passeios no seu destino

Viator

Trem na Europa