Nova Iorque - Top of the Rock

Quem vai para Nova Iorque sempre fica em dúvida entre visitar o Empire States ou o Top of the Rock, no Rockefeller Center.

Durante as minhas pesquisas sobre qual deles visitar, vi que muitos indicavam ir no Top of The Rock pela "acessibilidade" que ele possui, pois são três andares de observação, com bom espaço, permitindo uma melhor mobilidade com carrinho de bebê, quando comparado com o Empire States, e assim nós decidimos.

Rockefeller Center
Deck de Observação do 67 andar. Fevereiro/2015.
 O Rockefeller Center é um complexo com 19 prédios comerciais entre as ruas 48 e 51 e a Quinta e a Sexta Avenida, em Manhattan, que foi construído pela família Rockefeller durante a década de 1930, sendo declarado um Marco da História Norte-Americana em 1987.

O "Top of the Rock" fica no "GE Building" (ou "30 Rock", antes denominado de RCA Building), o mais alto dos prédios do complexo, na 30 Rockefeller Plaza, com 70 andares, chegando a 266m de altura. Foi lá que a fotografia "Lunch atop a Skyscrapper", de Charles C. Ebbets, foi fotografada em 1932, durante a construção do arranha-céu, com os funcionários almoçando sem nenhum equipamento de segurança, sentados numa viga de ferro a 260m de altura.

Top of the Rock, Nova Iorque
Lunch atop a Skyscraper, by Charles C. Ebbets. Fonte: Wikipedia.

Muitos recomendam a ida ao pôr-do-sol, e foi assim que escolhemos o horário de subida para comprar os nossos ingressos. Aliás, esta foi a única atração que compramos os ingressos antecipadamente, pois fiquei com medo de lotar e ter fila grande e havíamos optado em não adquirir nenhum dos passes nova-iorquinos.

Vai dormir onde? Já conferiu a seleção do Booking?

No entanto, como erro de "iniciante", compramos os ingressos para nosso primeiro dia em Nova Iorque, e com o problema no voo com a Delta (conheça aqui), este dia ficou enrolado, e acabamos atrasando todo o nosso roteiro para o dia... Havia planejado chegar no prédio às 17h (o pôr-do-sol seria por volta das 17:30h), mas com neve e duas crianças cansadas da viagem, não conseguimos chegar no horário.Mas a moça na bilheteria trocou os ingressos para a hora que chegamos e subimos tranquilamente.

Por estar nevando e ser Dia de São Valentim (o "dia dos namorados" deles), achei vazio o local.

Chrysler Building ao fundo
Chrysler Building e o MetLife. Fevereiro/2015.
Depois de trocar os ingressos, fomos para onde se tira a foto de lembrança e nos dirigimos para os elevadores. A subida é rápida e com um pequeno show de luzes no teto.

Central Park
Central Park lá longe. Fevereiro/2015.
 Chegamos no 67º andar, no que eles chamam de "Indoor Space", que é uma área protegida, com grandes janelas de onde já é possível apreciar a vista. Existe a área a "céu aberto", com vidro protegendo os visitantes, mas o frio lhe força a voltar rapidamente para a área protegida rs. Ainda existe a possibilidade de ir para os demais andares (no 69º existe uma loja de lembrancinhas).

O lugar é realmente espaçoso e os vários de andares de "observação" diminui a sensação de lotação, facilitando o deslocamento, ainda mais com crianças.

Rockefeller Center
Empire State e neve, muita neve. Fevereiro/2015.

De lá do alto vimos a neve cair pela primeira vez em nossas vidas, o Central Park, o Rio Hudson, o Chrysler Building e o Empire States, com suas luzes vermelhas pulsantes pelo Valentine's Day (simulando um coração batendo).


Pequena amostra do que vimos no Top of the Rock. Destaque para a neve e para o Empire State com as luzes comemorativas para o Valentine's Day. 14/02/2015.

No subsolo do "30 Rock" existe um "mini" shopping com Starbucks, Game Stop, e outras lojas e lanchonetes. Ao nível da rua tem as lojas da Lego e o restaurante Del Frisco's Grille, onde jantamos neste dia. Também é possível fazer patinação no gelo ou apenas observar o pessoal patinando.

Vai pro exterior? Não se esqueça do Seguro de viagem

Rockefeller Center
St. Patrick's Cathedral. Fevereiro/2015.
Perto dali, ainda no complexo, existe a Catedral de São Patrício e o Radio City Music Hall (na esquina da Rua 50 com a Sexta Avenida).

Fachada do Radio City Music Hall de dentro do 30 Rock
Fachada do Radio City Music Hall.

Se deesejar ver as demais fotos tiradas no Top of the Rock, acesse o meu álbum no Flickr.


Ingressos (valores de 2015, sem taxa): US$30 (adulto), US$ 20 (crianças entre 6 e 12 anos), e US$28,00 (adultos). Para visitar duas vezes no mesmo dia, compre o ingresso Sun & Stars (US$45/adulto e US$30/criança).
Pelo site você pode comprar o ingresso "Livre" (mas vai ter que escolher na bilheteria o horário) ou pré-agendar.
Se você preferir, existe o Premier Pass que lhe dá acesso ao binóculos e a foto digital de lembrança (simulando você na foto de Ebbets) por US$5,00 a mais em cada ingresso.



Lições aprendidas:
- Nunca marcar nada para o primeiro dia da viagem
- Usar carrinho de bebê, ainda mais quando as roupas de neve são escorregadias.
- Lá em cima venta pacas, acredito que mesmo no verão um casaquinho não pode ser esquecido.

Nenhum comentário

Reserve seu hotel

Booking
Zarpo

Seguros de viagem

World Nomads Seguros de Viagem
Mondial Seguros
Corretora Real Seguro de Viagens

Passeios no seu destino

Viator

Aluguel de carro

Trem na Europa