Foz do Iguaçu (PR) - Itaipu Binacional

Nossa primeira atração turística de Foz do Iguaçu foi a Usina Hidrelétrica de Itaipu. E no post de hoje vou contar um pouco sobre esta grande obra de engenharia que envolve dois países e sobre o que tem para ver e fazer por lá.

Itaipu Binacional. Usina Hidrelétrica de Itaipu, Foz do Iguaçu.
Mirante do Vertedouro. Uma pena as comportas estarem fechadas quando fomos. Agosto/2016.

Vem com a gente vem!


Criação da Usina

A Usina de Itaipu (que em tupi quer dizer "pedra na qual a água faz barulho") está localizada no Rio Paraná, na fronteira do Brasil com o Paraguai, sendo um dos projetos de engenharia mais ambiciosos do mundo, com uma altura de um prédio de 65 andares. O planejamento para construção da Usina vem desde o final da década de 1960 (quando foi assinada a Ata de Iguaçu) - início da década de 1970 (quando assinaram o Tratado de Itaipu), sendo que a construção foi feita entre os anos de 1975 e 1982, empregando cerca de 40.000 trabalhadores diretos, entrando em operação efetivamente em 1984. Na época, houve a maior polêmica já que a criação da barragem inundou as famosas Sete Quedas, que eram então o ponto turístico mais visitado do Paraná, em Guaíra, sendo inclusive inspiração para o poema Sete Quedas de Carlos Drummond de Andrade. Mas a demanda por energia falou mais alto...

Hoje Itaipu Binacional é líder mundial em produção de energia, produzindo 14.000 MW por ano nas 20 unidades geradoras. As duas últimas unidades geradoras (das 20 projetadas) somente foram finalizadas em 2006 e 2007. Para se ter noção da capacidade de geração de energia, as Cataratas do Iguaçu teriam capacidade de alimentar umas duas unidades dessas apenas. Itaipu é responsável por 75% da energia demandada pelo Paraguai e cerca de 17% da nossa demanda. Por estar na fronteira de dois países, a Usina é administrada pelos dois países, empregando tanto brasileiros quanto uruguaios.

Itaipu Binacional. Usina Hidrelétrica de Itaipu, Foz do Iguaçu.
Linhas de transmissão sobre o Lago da Usina de Itaipu. Agosto/2016.

O lago vai de Foz do Iguaçu e Ciudad del Leste a Guaíra e Salto del Guaíra. Os municípios que tiveram suas terras alagadas recebem royalties como forma de compensação. Quando você estiver chegando de avião em Foz do Iguaçu, procure observar pela janela a imensidão do lago formado.

Itaipu Binacional. Usina Hidrelétrica de Itaipu, Foz do Iguaçu.
Lago da Usina, visto do Porto Kattamaram. Agosto/2016
Existe o mito de que se Itaipu se romper, a Argentina seria "varrida do mapa", mas isso é improvável, já que a própria calha do Rio absorveria o fluxo, além de que existe a Usina de Yacycretá no caminho.


Se você está procurando hospedagem em Foz do Iguaçu, não deixe de conferir a seleção que o Booking traz pra você. As melhores instalações da cidade estão aqui.



O turismo na Usina de Itaipu

Itaipu Binacional oferece aos turistas que visitam Foz do Iguaçu várias atrações, que permitem que tanto famílias com crianças quanto interessados nesta grande obra de engenharia possam se entreter.


Visita Panorâmica

Nesta visita tem-se uma visão geral da Usina. É exibido um filme de uns 15 minutos no início (que optamos em ver ao final, já que o ônibus estava saindo) e depois você é convidado para embarcar num ônibus de dois andares para conhecer os principais pontos da Usina: o Mirante do Vertedouro (15 minutos), base da barragem (passando pelos condutos, sem paradas), topo da barragem (sem paradas, apenas trajeto), parada no Porto Kattamaram (tempo livre), onde há um restaurante (que serve petiscos das 9h às 17h e almoço todos os dias a la carte - buffet livre (R$45 - adulto) apenas nas sextas e sábados), uma lanchonete e o barco para navegar no lago (preço a parte) e Mirante Central (tempo livre), onde há uma lojinha e uma lanchonete.

Idade: livre
Valor: R$31,00 (adulto), R$15,50 (meia-entrada)
Duração: reserve umas 2h
Horário: das 8h às 16h30, a cada 30 minutos.

Itaipu Binacional. Usina Hidrelétrica de Itaipu, Foz do Iguaçu.
Interior do andar superior do ônibus da Visita Panorâmica. Agosto/2016


Circuito Especial

Nesta visita é possível conhecer o interior da usina, visitando sete áreas estratégicas, entre elas: a sala de comando central, a turbinas e os condutos. Por ser uma área industrial, é obrigatório o uso de calçados fechados, sem saltos e com roupas abaixo do joelho, e deve-se apresentar documento original com foto.

Idade: maiores de 14 anos
Valor: R$74,00 (adulto) (sem meia entrada!)
Duração: reserve umas 2h30
Horário: 8h, 8h30, 10h, 10h30, 13h30, 14h, 15h30, 16h.


Iluminação da Barragem

Ao anoitecer, é promovido um espetáculo de luzes, com trilha sonora criada exclusivamente para este momento. É feita também uma apresentação sobre a usina e seus dados. Tudo será visto do Mirante Central.

Idade: livre
Valor: R$17,00 (adulto) (sem meia entrada!)
Duração: reserve umas 1h30
Horário: 20h (21h no horário de verão)

Itaipu Binacional. Usina Hidrelétrica de Itaipu, Foz do Iguaçu.
Represa da Usina de Itaipu. Agosto/2016.


Porto Kattamaram

É possível navegar nas águas do lado da usina, saindo de um barco do Porto Kattamaram, um dos pontos da visita panorâmica, sendo possível combinar ambas (para isso compre o ingresso da visita e embarque com pelo menos 1h30 de antecedência do horário de saída do barco). A embarcação tem capacidade para 200 pessoas, e conta com convés aberto, bar, restaurante e solário. Alimentos e bebidas não estão incluídos no ingresso.
**Dica: agende o horário mais tarde, para poder apreciar o por-do-sol. Se for época de lua cheia, será um passeio inesquecível.

Idade: livre
Valor: R$80,00 (adulto), gratuito para crianças de 0 a 6 anos, e com 50% para moradores dos municípios próximos e crianças entre 7 e 12 anos.
Duração: reserve umas 2h
Horário: 14h, 16h (e 19h no horário de verão)

Itaipu Binacional. Usina Hidrelétrica de Itaipu, Foz do Iguaçu.
Restaurante no Porto Kattamaram. Agosto/2016.


Refúgio Biológico

Neste passeio será possível caminhar (2km) no refúgio da Usina, que preserva a fauna e flora nativa. Por ser a céu aberto, pode ser cancelado em caso de chuva ou ventos fortes. Use calçados e roupas confortáveis, já que você vai caminhar em meio a trilhas.

Idade: livre
Valor: R$22,00 (sem meia entrada)
Duração: reserve umas 3h
Horário: 8h30, 9h30, 10h30, 13h30, 14h30 e 15h30.


Pólo Astronômico

O passeio envolve atividades em ambientes internos (Espaço Universo, com miniaturas de sondas e naves espaciais) e externos (Observatório com três telescópios). O passeio depende de condições metereológicas.

Idade: livre
Valor: R$22,00 (sem meia entrada)
Duração: reserve umas 2h30
Horário: Terça a domingo (10 e 16h); Sexta e Sábado (10h, 16h e 18h30 -19h30 no horário de verão). Não funciona nas segundas!


Test-Drive do Veículo Elétrico

É possível dirigir um carro elétrico nesta experiência e ainda conhecer algumas partes da usina, saindo do Centro de Visitantes, passando pelo Canal da Piracema, Mirante do Vertedouro, Mirante Central, condutos forçados, Topo da Barragem de Concreto e de Enrocamento. Neste passeio irão apenas o condutor e até dois convidados, que também poderão dirigir, que claro devem ter CNH em validade e assinarão um termo de responsabilidade. O passeio é acompanhado por um instrutor.

Idade: maiores de 18, portadores de CNH
Valor: R$120,00 (sem meia entrada)
Duração: reserve umas 2h30
Horário: 9h, 10h, 14h e 15h.


Ecomuseu

Museu interativo e com exposições contando a história da Usina, sendo possível ver a maquete da usina e uma réplica do eixo das turbinas em atividade.

Idade: livre
Valor: R$12,00 (integral); R$6,00 (meia-entrada)
Duração: reserve 1h
Horário: terça a domingo, das 8h às 16h30.
Tem transporte do Centro de Visitante às 9h40, 11h, 14h e 15h40.


Nossa experiência na Itaipu Binacional

Como estávamos com crianças, fizemos a Visita Panorâmica. Então chegamos e já fomos direto para o ônibus que já estava saindo e não vimos o filme do início. O povo enlouquece querendo ir no deck superior do ônibus e chega a ficar feio, adulto brigando por lugar com criança... Na primeira parada, que você tem quinze minutos, a maioria desceu do ônibus, mas alguns marmanjos ficaram guardando lugar... O vertedouro estava seco e só deu para tirar umas fotos da represa a seca mesmo. Na segunda parada, no Porto Kattamaram, as meninas e meu marido nem desceram, já que é só parar no restaurante, comprar uma água ou picolé e partir. Não nos interessamos em fazer o passeio de barco (confesso que achei caro, poderia ser mais barato). Seguimos para a última parada no Mirante Central para ver a represa um pouco e deixamos inclusive nosso ônibus sair para pegar o próximo. O passeio pela represa é interessante e dá uma noção da imensidão daquela obra. O guia vai contando um pouco da história que escrevi aqui (claro e óbvio nem comentam sobre o afogamento das Sete Quedas). Na volta vimos o filme e achei que poderia ter mais a ver com a Usina, sua história e construção; achei o filme meio que uma propaganda apenas. Foi interessante, poderia ser mais se a galera fosse um pouco mais educada... Valeu a ida. Se você tiver mais disposição, tente unir com o passeio de barco ou as demais atrações como o test-drive, ecomuseu, refúgio ou a iluminação.

Itaipu Binacional. Usina Hidrelétrica de Itaipu, Foz do Iguaçu.
Ônibus da Visita Panorâmica. Agosto/2016.


Confira sempre valores e horários no site da Itaipu Binacional.


http://www.eaiferias.com/p/selo-de-confianca.html
O meu ingresso na Visita Panorâmica foi cortesia da Agência Combo Iguassu. Agradeço a esta empresa pelo convite e pela oportunidade de mostrar o meu trabalho.

Nenhum comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Reserve seu hotel

Booking
Zarpo

Seguros de viagem

World Nomads Seguros de Viagem
Mondial Seguros
Corretora Real Seguro de Viagens

Passeios no seu destino

Viator

Aluguel de carro

Trem na Europa