Blogagem Coletiva - Ouro Preto, a cidade patrimônio cultural da UNESCO e ponto focal da Estrada Real

Hoje alguns blogs de viagem se reuniram e estão realizando uma blogagem coletiva. O tema de hoje é sobre os pontos turísticos que são patrimônios da UNESCO. E nós não poderíamos ficar de fora, não é mesmo? Ainda mais depois de ter visitado a bela Ouro Preto, cidade mineira que fez história.

Assim, vou adiantar só um "cadim" o post sobre esta cidade que fez parte das nossas férias de inverno, do Projeto E aí, Férias! na Estrada Real.  Quem vai embarcar nessa com a gente?

Ouro Preto, Minas Gerais
Estação Ferroviária de Ouro Preto. Agosto/2016.

Distante cerca de 95km de Belo Horizonte, Ouro Preto foi fundada em 8 de julho de 1711, quando vários arraiais se juntaram ao Arraial do Padre Faria, criando o nome de Vila Rica. Em 1720 foi capital da capitania das Minas Gerais, até 1897, quando a capital mineira foi transferida para o antigo Curral Del'Rey, onde uma nova cidade (Belo Horizonte) estava sendo planejada, o que ajudou na preservação da cidade. Em 1823, a cidade recebeu o título de Imperial Cidade, conferido por D. Pedro I do Brasil, passando a ser designada como Imperial Cidade de Ouro Preto. Em 1933, foi considerada Patrimônio Nacional, sendo finalmente tombada em 1938, pela instituição que hoje é o IPHAN. Além disso, foi berço da primeira Escola de Farmácia do Brasil, fundada em 1839, e da Primeira Escola de Minas, fundada em 1876 a pedido do próprio Dom Pedro II, com estudos de geologia, mineralogia e metalurgia.

Ouro Preto, Minas Gerais
Museu da Inconfidência e o Monumento a Tiradentes. Ouro Preto, Agosto/2016.

Ouro Preto foi o primeiro lugar do Brasil e a ser considerado Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO, em 5 de setembro de 1980, devido à sua importância na História do país. O que isso significa para a cidade? Foram tombados: suas ruas íngremes e estreitas, feitas em paralelepípedos; suas casas em estilo colonial; suas igrejas e museus com arquitetura barroca, com obras Aleijadinho (Antônio Francisco Lisboa) e Mestre Ataíde (Manuel da Costa Ataíde).

Inúmeros fatos históricos aconteceram nesta cidade: 
  • descoberta do "ouro preto" pelos bandeirantes no final do século XVII / início do século XVIII;
  • Guerra dos Emboabas, em 1708, pelo direito da exploração das recém-descobertas jazidas de ouro;
  • Motins contra o Quinto da Coroa Portuguesa, em 1720;
  • Inconfidência Mineira, em 1789.
Alguns distritos da cidade, além do centro histórico, ainda preservam sua origem colonial, como Cachoeira do Campo, São Bartolomeu, Glaura, Amarantina, Antônio Pereira, Lavras Novas (Note que ao fazer a Estrada Real você vai passar por vários desses distritos, tendo a chance única de conhecer o cenário da real história do Brasil).

Ouro Preto, Minas Gerais
Pico do Itacolomi, em Ouro Preto. Agosto/2016.

Ouro Preto é uma cidade de muitas ladeiras, locais a se visitar, natureza a explorar, uma geologia e uma geografia sem igual, cujo ponto mais alto é o Pico do Itacolomi, com seus 1.722m, que foi inclusive "guia" para os desbravadores. É possível conhecer museus e muito da História do nosso país, mas também é possível descansar e curtir cachoeiras e passar horas apreciando as serras e o mar de montanhas das janelas das casas ou de lugares ermos mas ao mesmo tempo acessíveis. A cidade ainda concentra um grande número de pequenas capelas seculares e igrejas exuberantes, com muito detalhe que você passaria horas para conseguir apreciar toda beleza de um único altar.

Ouro Preto, Minas Gerais
Detalhe da fachada de uma das Igrejas de Ouro Preto. Agosto/2016.

É interessante notar ao andar pela cidade a quantidade de república que ela abriga, trazendo vários jovens para estudar na UFOP (Universidade Federal de Ouro Preto). Isso faz com que a cidade tenha um dos carnavais mais movimentados de Minas Gerais. As repúblicas fazem parte da tradição da cidade, sendo que os prédios em sua maioria pertencem à Escola de Minas e são administradas pelos próprios estudantes, que definem como os novos moradores serão admitidos. Eu conheço relatos "cabulosos" de algumas, e quem fica ganha apelido que vai levar pelo resto da vida acadêmica e profissional, o que faz com que os ex-alunos mantenham laços estreitos com as repúblicas que frequentavam. Inclusive, são realizadas festas republicanas (tradicionalmente 12 de outubro - aniversário da Escola de Minas-, e o 21 de abril, Feriado de Tiradentes e aniversário das Repúblicas do Campus), que atraem ex-alunos para relembrar os bons tempos de faculdade. Só para se ter noção, a REFOP (Associação das Repúblicas Federais de Ouro Preto, criada em 2006) é formada por 67 repúblicas, sendo 1 mista, 15 femininas e 61 masculinas.

Visitar Ouro Preto é reviver a história do Brasil, onde as casas possuem do lado de fora placas com informações sobre antigos moradores e/ou eventos que ali aconteceram. É praticamente impossível passar por elas sem ler e revisitar o passado. É um verdadeiro Museu ao Céu Aberto e por isso faz jus ao título de Patrimônio Cultural.

Ouro Preto, Minas Gerais
As muitas ladeiras, casarios e igrejas compõem a paisagem ouropretana. Agosto/2016.

Além dos antigos casarios, que você pode apreciar numa volta no Centro Histórico, são muitos os atrativos turístico da cidade:

  • Museu da Ciência e Técnica da Escola de Minas
  • Museu da Inconfidência
  • Museu Casa dos Contos
  • Museu do Oratório
  • Museu do Chá
  • Museu Casa Guignard
  • Museu Aleijadinho
  • Museu do Ouro
  • Museu de Arte Sacra do Pilar
  • Museu da Música
  • Museu Casa dos Inconfidentes 
  • Museu da Pharmácia
  • Museu das Reduções
  • Casa da Ópera
  • Minas de Ouro, como a Mina du Veloso, Chico Rei e Felipe dos Santos
  • Basílica de Nossa Senhora do Pilar
  • Igreja de São Francisco de Assis
  • Igreja de Nossa Senhora do Carmo
  • Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos
  • Igreja de Santa Efigênia dos Pretos 
  • Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição
  • Capela de Nossa Senhora do Rosário dos Brancos (Capela de Padre Faria)
  • Rua Direita (Rua Conde de Bobadela)
  • Praça Tiradentes 
  • Parque Estadual de Itacolomi
  • Feirinha do Largo de Coimbra 
  • Chafarizes pela cidade
Se deixar fico aqui listando mais e mais, porque nem citei as cachoeiras!! Pensa só em quantos dias você teria que ficar na cidade para dar conta de tudo?

Para quem estiver fazendo a Estrada Real, Ouro Preto é a única cidade que consta nos Quatro Caminhos deste Circuito Turísticos (Glaura, do Caminho de Sabarabuçu é distrito de Ouro Preto), por isso a chamei de "ponto focal" da Estrada Real. Nesta cidade você poderá adquirir seu passaporte, e pegar seu certificado, caso tenha completado alguns dos caminhos.


Para saber mais sobre como funciona o passaporte e o certificado deste circuito leia o post Projeto E aí, Férias! na Estrada Real.


Visitar Ouro Preto pra mim foi uma experiência incrível, pois além de conhecer mais sobre meu país, ainda revivi alguns momentos da época da faculdade. É incrível como esse tipo de viagem traz recordações que te revitalizam e dão gás para a gente continuar a rotina, não é mesmo? Vou fazer uma confissão para vocês, mas não espalha muito por aí não, Ouro Preto foi até agora a cidade mais perfeita de toda a Estrada Real que fizemos até agora. E olha que fomos em várias!! Super recomendo sua visita, nem que seja dedicada apenas a ela e não ao percurso. E se você for, não deixa de me contar como foi =D


Fontes: UNESCO, Prefeitura de Ouro Preto, REFOP



Não deixe de conferir, os outros blogs desta edição da Blogagem Coletiva sobre Patrimônios da UNESCO.

- Destinos por onde andei... - Salvador, Patrimônio Mundial da Unesco 
- Viagens que Sonhamos - Pampulha
- Pequeno Grande Mundo - Patrimônios Mundiais da UNESCO em Malta
 - Mineiros na Estrada - O que ver e fazer em Machu Picchu 
- Mochilão Barato - Missões Jesuítas no Paraguai
- Projeto 101 Países - Persépolis: a joia preciosa do Irã 
- Viviendo en el México Mágico - México e a UNESCO! 
- Por aí com os Pires - Foz do Iguaçu - Parque Nacional do Iguaçu

Nenhum comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Reserve seu hotel

Booking
Zarpo

Seguros de viagem

World Nomads Seguros de Viagem
Mondial Seguros
Corretora Real Seguro de Viagens

Aluguel de carro

Trem na Europa